Aqui no Rio o povo é mesmo fanático por futebol.

A seleção Brasileira jogou; e foi rojão pra todo lado.

Eu particularmente adoro futebol, mas não chego a esses exageros que vejo por aí.

É aí que os políticos aproveitam a ocasião para se promoverem na alegria do povo.

Pão e circo para o povo, já diziam os romanos. Mas o futebol é mesmo apaixonante; tirando

alguns exageros, o povo tem razão de festejar as suas partidas.

Isso faz me lembrar da época que eu jogava futebol como mais um garoto de rua. Bons

 tempos aqueles. Os sonhos, as fantasias que passavam pela minha cabeça de garoto.

Tenho saudades destes tempos. Minha doce ingenuidade de menino sonhador.

Tudo tinha mais cor, mais emoção. E os sonhos de ficar adulto e ser independente pareciam

mais simples.

15 de junho de 1998