Natal

nata do comercio

nada se compara ao Natal

 

o povo envolto em compras

não se lembra quase que nascera

pequenino o Homem que mudou o mundo

 

oriente se ocidentaliza

as pessoas que vivem de brisa

tristes e solitárias

sentem um vazio

no bolso e no corpo

carregam ainda no dorso

a cruz da pobreza

 

já dizia o “profeta” Gentileza

“gentileza gera gentileza”

toquem a música

“Jesus alegria dos homens”

de Bach.