Aprendi a ouvir, ouvir…

Muito mais do que falar.

Falar através das letras

de versos soutos ao ar!

Não o grito surdo,

mudo,

inútil…

Reluto!

Pois meu pensamento relembra

no amor que passou sem acontecer.

No sol que beija o céu ao amanhecer

e penetra no azul estendido… bonito!