Era uma noite chuvosa, eu me lembro,

                     a moreninha ia passar por ali.

Atmosfera abafada, meu coração a sair,

                     queria ver aquela menina que me olhou…

                      (a adolescência) hormônios a pipocar

pelos poros…

Num sonho de menino a divagar,

                      num namoro tímido, eu imaginava,

                      mas por que eu não falava?

Por que não disser um simples: oi?

 

Agora tudo se foi…

Minha paixão passou como a chuva,

                       no meu horizonte fez-se uma curva,

a turba dos anos que não voltam mais.