Por toda parte o céu anuncia que a paz é possível.

De nada vale a egoísta guerra do poder sobre a terra,

pois não a possuimos,

pertencemos a ela!

De nada vale o teu corpo mumificado,

pois no teu corpo a energia, o teu calor, já não te habita,

e teu espírito, tua alma, lá no tribunal celeste é perguntado:

O que fizeste com o amor?

Que lhe foi dado como dom divino?

O que fizeste com teu dom de menino?

Repartiste o pão? O pão do amor que lhe foi dado?

Enquanto te alimentavas dele, ele nunca se acabava.

Do contrario, ele se multiplicava até sobejar,

enquanto tu amavas!

Se amavas, se amavas?