Não acho que a vida é obra

do acaso.

O desencadear dos acontecimentos

são construídos por nós.

São nossas escolhas que deflagram

os acontecimentos.

 

Um abismo chama um mal atroz.

 

Caridade, fé e esperança!

 

Caridade ou amor reflete

                                             rima – flor.

 

Fé dependendo do tamanho gera algo

pra se tocar na escassez ou abundância.

 

Esperança renova o crer no sonhar,

desencadeia a chama no olhar,

multiplica os sentimentos no pensamento

e o coração bate

num desenlace,

na vida tão simples para viver.

 

Nós que damos nós cegos

para nos proteger.