Meu lar me espera,

meu pequeno lar me aguarda,

uma expansão de mim mesmo,

terei a certeza que tudo estará

em seu lugar,

porque não estou a esmo

do caminho para voltar.

 

Eu amo ouvir o silêncio,

eu amo andar pelas ruas,

o sol da tarde a me aquecer

e contemplar estas árvores

como se fossem minhas,

e o bem

sob o sol

acompanha-me do meu lado.

 

E sei que no tempo, o vai e vem

dos meus pés

serão nos cruzamentos,

pelas calçadas

desniveladas,

pelas asas seguras guiados.