E este alento

E este vento

Que sopra o meu rosto

Andar devagar

Comer devagar

E olhar

O mar, o mar

Crescendo, crescendo

O cheiro do sargaço

Espalhado

Na praia de Recife

Corre o vento na areia

Sobre a superfície

Inflo

O meu peito de aço.