Arquivo de junho 2013

A garça

A garça sobre a pontezinha.

A garça branca de andar elegante.

 

A garça desapercebida.

O riacho poluído.

 

A garça teima em sobreviver

na cidade grande.

 

A garça de repente

voo

para, quem sabe, seu refugio.

 

Depois das casas e prédios

a natureza mais bela

que a cidade cobre e descobre.

 

A indignação vestiu sua veste

A indignação vestiu sua veste

escarlate

em afastados lugares

aonde o ônibus chega

cansado e bufante

transeuntes na bodega

o rio que vem lá das serras

é poluido nesta ponte

e a população acostumada

na desordem

vê harmonia, pois ainda há

respeito mutuo

e aonde há respeito

a luz do parapeito

não cai

e não faz queda não

antes se faz brecha para uma

revolução

a revolução aqui deste poeta

que se desvenda em palavras

e do peito cava

sentimentos

às sombras das pedras.

Não há lugar perfeito

Não há lugar perfeito

aqui nesta terra.

De comum o sol

que nasce e se põe

pela tarde.

O futuro à minha espera

e

eu

vivendo o presente.

O passado e uma história

fluxos na memória;

meu lugar é em qualquer parte

onde haja arte,

nascem e se repartem

os sonhos

nos olhos

que querem compartilhar

fatos

sem ninguém arremedar,

porque o arremedo

é

e não há segredo

e solução:

para quem quer vencer

por imitação.

 

O meu vizinho toca funk

O meu vizinho toca funk

funk funk funk funk

batida de carro no meio da estrada

acabou o sono na madrugada

funk funk funk funk

de manhã a senhoria irritada

no tanque

funk funk funk funk

ninguém toma providencia

de manhã a cabeça inchada

funk funk funk funk

foi à gota d’água

vou alugar outra residência

funk funk funk funk

funk funk funk funk.

Gente ignorante

Entre o falado e prometido

ficou como sopro no ouvido.

Vida que se acumula

e pula

e vibra

nas mentes inconstantes,

que em um instante

fica como terra sem lei,

disse e dizei:

gente ignorante,

transforma conversa em questão

vazia,

água que escorre no ralo da pia,

córrego que vai parar no esgoto,

pimenta que se joga nos olhos dos outros.