Arquivo de agosto 2013

Os versos que não escrevi

Os versos que não escrevi

andam bailando no ar

ou escondi

para depois achar. 

 

Os versos que não escrevi

andam no entulhado

engarrafamento

-Em ti!  

Não é assunto importantíssimo

Não é assunto importantíssimo

Nada de acrescentar íssimo

É mero momento de alento

Como brisa que sopra o vento

 

Essa correria do dia-a-dia

Que subjuga o nosso viver

Melhor é pegar um livro

De poemas e ler

 

O dolo da humanidade

É desconhecer a amizade

E julgar que a matéria

É eterna.

Engano

Arde dentro de mim

a falta de me situar

na fala enganosa

das ações sinuosas

onde erroneamente

disse sim

e querer tirar do recurso

escasso

o que de fato

não deveria considerar

e julgar

de pouco caso.

Relembre o passado

Relembre o passado

e as coisas boas que ele trás,

e o que pode ser aplicado,

nos afazeres que a vida traz.

 

As coisas boas que você fez

são sementes plantadas,

mas as coisas erradas

são joios queimados, por vezes…

 

A sabedoria clama!

No meio do dia,

no meio da noite,

quem pode ouvir essa chama?

 

E nas calçadas os passos

deixados pelas pessoas

são marcas que entoam

a vida com seus laços.

Céu verde

Lembro-me que um dia fiz um quadro

e pintei o céu de verde.

Sim, escolhi o verde para o céu

com brancas nuvens espalhadas

com algumas pinceladas

de azul.

Tenho algumas dessas idéias às vezes

e imagino se o céu fosse amarelo ou vermelho.

A natureza combina as cores de forma perfeita!

Quanto a mim só crio ilusões

e por não saber combinações,

faço da terra um espelho.

Não adianta a luxúria

Não adianta a luxúria,

não adianta esta fúria.

prefiro a mais simples.

singeleza

beleza,

prefiro a canção

mais pura

de palavras,

ouvintes.

Quando criança menino

Quando criança menino,

onde o oficio era brincar,

nada de amenizar

impulsos.

E a virtude era em tudo

imaginar caminhos.

 

A amizade era fácil,

como fácil era construir palácios.

Todo menino, um Rei…

no reino do nascer do sol,

tesouros da infância que guardei.

Mas pouco a pouco

foi se perdendo, nos meus passos.

 

Agora, no reino do verdadeiro

faz de conta:

um gaveteiro

cheio de papéis pra pagar contas.

Dia especial

Sinto que domingo é um dia especial,

nasce sorrateiro…

 

Domingo dia primeiro

parece ser o último de um mundo de sonhos

de uma semana que passou

e nunca mais retornará

 

com seus rumores

aromas odores.

 

Domingo adornado com flores:

os dias colhidos

que serão renascidos

na segunda-feira de manhã.

Mente sã

Mente sã,

corpo são.

o pensamento afeta o

coração.

nada mais frustrante

do que uma frustação.

nada mais em vão

do que um avião

sem asas,

e cai e cai

sobre as casas

causando destruição.

na minha cabeça

problemas

equação.

uma dizima periódica

sem fim

sem fim.

problemas que se atropelam

em mim.

pensar no problema não

pensar na solução.

Meu primeiro livro

O Menino Descalço

Menino Descaço

www.lojasingular.com.br

www.saraiva.com.br

www.siciliano.com.br

www.cultura.com.br

www.travessa.com.br