Não é assunto importantíssimo

Nada de acrescentar íssimo

É mero momento de alento

Como brisa que sopra o vento

 

Essa correria do dia-a-dia

Que subjuga o nosso viver

Melhor é pegar um livro

De poemas e ler

 

O dolo da humanidade

É desconhecer a amizade

E julgar que a matéria

É eterna.