Arquivo de 11 de novembro de 2013

Comentário

Amigos leitores, peço a vocês

que se possível, deixem um comentário

para minhas poesias.

Tenho sentido falta de avaliações!

Não posso ter noções

sobre meus textos.

Não posso avaliar a mim mesmo.

Obrigado!

Francisco Dito Filho

Folheio

Às vezes folheio as páginas

Do livro de minha vida

Às vezes quase em branco

Às vezes multicoloridas

Um terminar

Um recomeçar

De sonhos repartidos

O que ouvi

O que vi

Quase semiapagados

Meus olhos

Meus ouvidos

Rumores em minha mente

O que fiz

O que plantei

Hoje é árvore, não mais semente.