O que mais quero

é fazer o bem

pra tudo que me vem

eu não uso terno

sou um entre tantos milhões

que escreve e sonha

ouvindo canções

 

 

O que minha natureza

alcança

na íngreme muralha

do poder?

 

Corro atrás da simplicidade

o supérfluo atrapalha

o papel virtual me chama

para eu escrever

e assim passo a passo

deixo acesa a chama.