Arquivo de 5 de setembro de 2014

A poesia não escolhe

Eu às vezes me pego

lançando poesias

para pessoas frias

e o coração malfazejo

porque as poesias não

escolhem pessoas

as pessoas que as

escolhem

e meus versos

correrão

no tempo

se o tempo não

os apagarem

os meus olhos

meu olhar

estará sempre

voltado

para o mar

(gentes)

sua plenitude

e imensidão.

Recado

Por favor, leia devagar

e deixe um comentário

para que eu possa avaliar!