Muitos dizem que o terrorismo é culpa da religião. Mas a religião não é a culpada do terrorismo e sim o terrorismo travestido de religião.

O terrorismo que não dá valor a vida humana como que se matar seria a solução contra ideias contraditórias de tal psedo -religião.

O terrorismo tal como o assassinato desconhece o direito da vida humana. Desprovido do amor pregado pela boca dos profetas do próprio Deus.

Quem faz terrorismo desconhecem o amor pregado pelos profetas. E transmutam suas palavras em algo dantesco e sinistro que nada são como distorções de nossa realidade.

Os terroristas acham que estão em uma arena romana, cuja a liberdade contra suas ideias fossem os condenados a morte e a exposição.