A lei rigorosa de muitos Países muçulmanos se baseia na união do Estado e da Religião. Leis que impedem a liberdade do individuo e o torna prisioneiro do Estado. Temos o exemplo da Avaaz que precisou de assinaturas de milhares de pessoas pelo mundo para tentar libertar um pai de família que só por expor sua opinião em um Blog ficou prisioneiro do Estado Árabe com risco de ser executado à morte. Há ainda regiões de nosso planeta que estão ainda no tempo da “Santa Inquisição”. Temos que dar graças a Deus por nos encontrar em um País que governa com liberdade de expressão embora com distorções que privilegiam os mais favorecidos.