Madrugada…

Soou lá fora!

Na estrada…

Já vou me embora!

Entre cantigas e canções

Nas caatingas e sertões

Fez-se meu canto ligeiro

Porque sou apenas um estrangeiro

Que chora de saudade

Os verdes campos que deixei

E nas amizades

Que provei

E tudo se faz…

E não se desfaz…

Saudade…