Comecei uma poesia breve

como quem nada quisesse

mas que flutue sobre as

asas de uma águia

Eu que sou pequeno

poeta pequeno

Mas minha mente pode

voar

como quem não quisesse nada

Digo a todos

no meio do povo:

Nunca deixem de

Amar!