Sou daqueles que tem

a revolta no sangue

e quanto à vida acha

que me assombre

não desistirei

nenhum

só passo

pois meus passos

semeiam

o infinito

Mal algum

destrói

o grito

da poesia

que em si

e para todos

que se esmeram

em entender

o que

lê.