Atravessei o meu ego

e coloquei-o

para trás

como fosse cego

 

Sobrevivi na consciência

de que o mundo

não é para mim

é para a inconsistência

 

Iluminei a loucura

pois o saber é dos sábios

e não termina na sepultura

 

Desatei-me do infortúnio

pois quem busca vencer-se

está com o pé sobre o escarnio.