Meu amigo Francisco

Asas nem sempre voam

E o sol nem sempre brilha

Não queira de você

O impossível

Pois o possível

É para os Homens

Mas o impossível

É

para

Deus!