As coisas simples

Há muitas coisas grandes

que não valem muito

(um elefante branco)

Há coisas pequenas e simples

que valem muito, muito…

O olhar e sorriso de uma criança

Andam e giram o nosso mundo

interior

As coisas simples são simples

não há o que pressupor

O simples e o belo

fazem entre si um anelo

A mágica sublime que tira-nos

do chão

mais veloz do que um

avião.

À sombra

À sombra de sua grandiosa

asa

Eu me protejo

no chegar e sair de casa

eu lhe agradeço

Ainda que eu estivesse

numa encruzilhada difícil

comigo tu sempre esteve

porque não há problema

impossível

Não há dilema

para quem se apega a ti

embora o mundo ande na contramão

seguro em tua mão

para que eu possa sorrir.

Comunhão

Comunhão de todo ser

antes que se acabe tudo

e não ficar mudo

em ver que se pode crer

no amanhã

O vento faz os seus circuitos

levando as nuvens

na elevação

enquanto os dias fortuitos

em mensagens

para o coração

E passam os dias e as estações

e o sol abrasa

como calor do verão.

A tarde acalma

A tarde acalma

a alma

Sua mão sua palma

Sobe os vapores

da tarde

e nas casas se recolhe

e a noite invade

na penumbra da lua

sua vida

que flua

para um parapeito

onde na caída pula

na cama no sofá

E tudo guarda os efeitos

das ações do dia

onde o que se fez

ou não se fez

ou

se

adia.

 

No meu peito profundo

No meu peito profundo

gira um mundo

de incertezas

desafios

amor à vida

e uma mente

terna

comovida

envolta de sonhos

de justiça

pelo que a vida não avisa

ela nos pega de surpresa

pelo que não há certeza

no amanhã

Por isso sem fé

a vida é vã.

No monte Horebe

No monte Horebe

não há neve

Há um imenso deserto

todavia não deixa de ser santo

Onde Moisés com seu manto

carregou as tábuas da Lei

Diria mais do que certo

que ali Deus falou com Elias

num vento suave, mas sei

se Elias tocado no peito

alimentado todos os dias

saiu da depressão

carregado por Deus

pela mão

No Monte Horebe não há

neve

há o falar com Deus

na história, com a mão

leve.

Não obstante

Não obstante

num instante

A vida disse: Plante!

Mensagens para o amanhã

buscando a verdade

porque ela está no caminho

da palavra

claridade

fraternidade

vida sã

Como disse o mestre:

Eu sou o caminho…

Apesar dos espinhos

que nos fere

A realidade é tão breve

mas, ela pode ser eterna

escrita

na

palavra.

Uma turva

Uma turva, duas turvas, três turvas

Tornou-se uma

De um povo

De um País de parte alguma

Indefinido futuro

Derrubando muros

Pra quem deseja vida

Melhor

Desmedida

Incontida

Para um País

Que quer ser dono

Do seu nariz.

No mar o horizonte

No mar o horizonte

infinito

amplo, amplo e amplo

 

O que estava escrito

na história

 

E na memória

se faz num jeito breve

mais do que

leve

 

No vento as velas

onde a força sopra

e vai o barco distante

onde não há volta

ao continente terra.

Rasgou-se o papel

Rasgou-se o papel

que interligava

terra e céu

Porque por mais que

se escreva as pessoas

pesam o presente

e o futuro é descartável

E tente e tente

mudar a mentalidade

para o sustentável

O poder dos aglomerados

vem desde o passado

desfazendo uma ação

que pede

igualdade.