Eixos temáticos do Fórum começam a debater propostas

O Fórum da Cultura Digital Brasileira começa a fomentar os debates em torno dos temas destacados a partir de sua idealização. O cinco eixos temáticos que organizam o evento estão sendo estimulados nos grupos de discussão na plataforma do Fórum no sentido de consolidar propostas de políticas públicas de cultura digital. Com o lançamento do Fórum no último dia 31 de julho, espera-se que mais cidadãos e ativistas se envolvam na elaboração de propostas que ajudem a concretizar a democracia na rede.

Os eixos temáticos foram pensados de modo a contemplar as ações de cultura digital nos últimos anos. Esses grandes temas mereceram atenção especial, sendo definidos a partir deles sub-temas sujeitos à avaliação dos atores incluídos nos processo. Cada um dos cinco eixos – Memória Digital, Economia da Cultura Digital, Infovia Digital, Arte e Tecnologia Digital e Comunicação Digital – conta com curadores específicos, responsáveis por estimular os debates e facilitar a sistematização das propostas surgidas nos grupos.

Eixos

Sob a curadoria de Diogo Moyses, o eixo Infovia Digital busca formular políticas de acesso e inclusão, além de avaliar a infra-estrutura disponível no país e propor formas de democratizá-la. Já foi definido um cronograma para a elaboração de um documento a ser apresentado em novembro. Na pauta, a definição do uso da infra-estrutura para a cultura digital, verificar o estágio atual de oferta e disponibilidade de infra-estrutura e pensar as necessidades sócio-econômicas do Brasil.

Também no eixo temático de Economia da Cultura Digital, a proposta apresenta pela curadora Oona Castro prevê a definição dos pontos e o estabelecimento de marcos a serem explorados, de modo a determinar a abrangência do conceito. Para a elaboração do relatório final, pretende-se construir o cenário da cultura digital brasileira, através de levantamento de dados, relatos e estudos de caso. O objetivo é aferir a importância da economia digital e suas possibilidades.

A primeira iniciativa do grupo que discute Comunicação Digital foi pensar a elaboração de uma carta de princípios em defesa da liberdade dos indivíduos que circulam na rede. Para isso, as propostas apresentas ao eixo coordenado por André Deak abrangem o direito à privacidade, o direito ao acesso à rede e aos meios digitais, educação pública no meio digital e princípios de ética para a utilização da rede, além de incorporar documentos como a Carta de Princípios para a Internet elaborada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGIbr), a declaração universal dos direitos humanos e a declaração dos direitos da criança e do adolescente.

Os eixos de Memória Digital, que discute a digitalização de acervos, sua disponibilidade aos cidadãos e usos no futuro, de responsabilidade de Carlos Seabra, e Arte e Tecnologia Digital, que remete à linguagem na era digital e a democratização da criação cultural através do barateamento dos custos e da fruição dos bens culturais e tem curadoria de Cícero Inacio da Silva, começam a elaborar discussões acerca de seus temas, buscando estimular a participação da comunidade digital. Definir os conceitos de modo a garantir uma maior participação é fundamental para a realização do debate.

Comentários (3)

  • Foto de perfil de Cicero Inacio da Silva

    Oi José Murilo, gostaria de reforçar que a área de arte e tecnologia também pensa o impacto das artes em suportes computacionais em relação à sociedade e à economia, tendo como eixo a inserção de espaços de produção compartilhados, a exibição e a fruição dessa nova forma de manifestação também como preocupação temática.

  • Foto de perfil de therezadantas

    Prezados Srs.

    Ontem após uma mudança (ou reorganização0 do Fórum Cultura Digital) não pude mais entrar na minha conta. Gostaria de saber como posso resolver isso.
    Um abraço

    Thereza Cristina Martins Dantas

  • […] o evento estão sendo estimulados nos grupos de discussão na plataforma … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

Imagem CAPTCHA
*