Relatório final sobre Arte Digital no Fórum da Cultura Digital Brasileira | Final report for Digital Arts @ Brazilian Digital Culture Forum

Original: http://www.cicerosilva.com/?p=190

Caros, gostaria de agradecer a todos que se dedicaram ao trabalho de ler, revisar, reler, corrigir, sugerir e debater o texto que agora se torna público para apreciação e sugestões para a área de arte digital. O relatório foi entregue ao Sr. Ministro da Cultura Juca Ferreira no dia 21 de dezembro de 2009 e é uma sugestão para a área realizada pelo Fórum da Cultura Digital Brasileira, uma iniciativa do Ministério da Cultura e da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que coordenaram esse trabalho único e desafiador de realizar políticas públicas para a área da cultura digital utilizando a própria infraestrutura digital. A curadoria de Arte Digital é realizada por mim e existem outros quatro eixos, cada um com seus curadores. Parabéns ao José Murilo Jr, do MinC, pela coragem e espírito desafiador, ao Rodrigo Savazoni, pela confiança e a todos os pesquisadores, artistas, professores, educadores etc etc que colaboraram para que esse documento fosse agora publicado. Foram várias reuniões presenciais sobre Arte Digital, em Belém, na UFPA, na Unicamp, no Mackenzie, em Juiz de Fora, na UFJF e na UFSCAR.
O documento é o que segue e se você tem qualquer dúvida ou sugestão, por favor faça um post para a gente melhorar cada vez mais…

Arte e Tecnologia Digital no Fórum da Cultura Digital Brasileira

Comentários (4)

  • […] disponível para download o Relatório final sobre Arte Digital realizado pelo Fórum da Cultura Digital Brasileira. O relatório será entregue ao ministro da […]

  • erikcineasta

    O Ministério do Fu-Turismo, idealizado pelo CACTOS INTACTOS, assegura que, logo, logo, telenovelas serão “escritas” por programas de computador, segundo um método randômico apto a contar a mesma história de infinitas maneiras ligeiramente diferentes no plano perfunctório, todas, porém, enfadonhas o bastante para garantir a audiência de manadas de néscios empedernidos, recentemente comparados a Homer Simpson por Willian Bonner. Ou seria o oposto?

    No afã de conservar sua pertinência, “autores” atuais encontram-se visceralmente empenhados e irmanados no propósito de “criar” em uníssono, mimetizando uns aos outros sem qualquer pejo. A contra gosto ou não, somos testemunhas de uma espécie de apoteose da estética da vulgaridade.

    Quando Carl Gustav Jung, Joseph Campbell e outros desvendaram e cartografaram a mecânica operativa do inconsciente coletivo da humanidade, não podiam imaginar que suas idéias se desvirtuariam a tal ponto nas mãos diligentes de apóstolos de Goebbels.

    O portentoso dispositivo de controle mental que, como um todo, constitui a sociedade do espetáculo se exerce, essencialmente, na manipulação sistemática do inconsciente humano e em sua programação subliminar.

    Não é de outra maneira que criaturas com um potencial intelectual e criativo exuberante e ilimitado são maciçamente hipnotizadas e convertidas em bonecos de carne, condicionados a consumir compulsivamente e a obedecer sem pestanejar aos comandos emitidos pelos aparelhos ideológicos do sistema(a internet, o cinema, a publicidade e, sobretudo, a televisão), encarregados de um processo ubíquo, industrial e infatigável de lavagem cerebral generalizada.

  • fala, cícero. valeu pelo PDF.

    publiquei alguns comentários (e na sequência mais dois posts relevantes) no desvio:

    http://desvio.weblab.tk/blog/arte-digital

  • […] Digital (em resposta a um post do Cícero Silva aqui no […]

Imagem CAPTCHA
*