Simpósio Internacional de Políticas Públicas para Acervos Digitais

Direito autoral, acesso ao conhecimento, preservação de patrimônio cultural, compartilhamento e colaboração foram alguns dos termos mais citados no primeiro dia de discussão do Simpósio. O evento, começou oficialmente na segunda-feira, dia 26/04, com um passeio do centro de São Paulo até a Biblioteca Digital Brasiliana USP, seguido do coquetel de abertura que contou com a presença do professor português José de Oliveira Ascensão.

Em sua apresentação, Ascensão falou sobre direito autoral, abordando a pouca eficiência das leis atuais e o acordo do Google Books que, para ele, “pode nos dar o caminho para sair da guerra inglória de perseguição judicial e conciliar em um nível mais elevado as varias posições em debate”. O assunto voltou à tona no segundo dia do evento, ou o primeiro de atividades abertas ao público.

Pablo Ortellado, do Gpopai USP, na última mesa de discussão do dia, apresentou o resultado de uma pesquisa feita sobre a produção e consumo de livros no Brasil. O historiador mostrou com os números e análises como o direito autoral não faz sentido nesse contexto. “A missão pública do direito autoral foi subordinada aos interesses econômicos. Com a tecnologia e a internet, temos a oportunidade histórica de colocar o direito autoral no seu lugar original, de promover a criação e o reembolso justo dos criadores”, disse.

Mathias Schindler, da Wikipedia Alemã, debatedor da primeira mesa,  levantou outro aspecto do tema. Ele defendeu que todo o conteúdo subido para a Wikipedia ou qualquer outro banco de dados aberto tenha liberação total de direitos autorais, inclusive para uso comercial. “É insignificante a quantidade de gente que vai utilizar o material com fins lucrativos perto dos que vão aproveitar para outros propósitos.”

O assunto não passou batido nas apresentações dos grupos de trabalho de vídeo e áudio.”O sistema sobre o qual a internet está construída não admite o controle do autor sobre os vídeos. Há discussões técnicas relevantes, mas o licenciamento é também muito importante”, afirmou o curador do gt de vídeo VJ Pixel.

Comentários (1)

  • Foto de perfil de maria thereza amaral

    Gabriela:

    “O Simpósio é gratuito e aberto a público. Para participar, basta fazer a inscrição na entrada do evento, que acontece até esta quinta (29/04) no Auditório Jaraguá do Novotel Jaraguá, em São Paulo.”

    Não era para estar no tempo passado ?
    .

Imagem CAPTCHA
*