Seminário / Oficina Afro-Digital – Recife (PE), de 4 a 6/12/2014

O SEMINÁRIO / OFICINA AFRO DIGITAL, que se realizará entre 4 e 6/12/2014 na UFPE no Recife, tem como objetivo inaugurar o processo de articulação em rede dos projetos contratados no âmbito do edital “Preservação e acesso aos bens do patrimônio Afro-Brasileiro”

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e o Ministério da Cultura realizarão, entre os dias 04 e 06 de dezembro de 2014 na Biblioteca Central da UFPE no Recife (PE), o SEMINÁRIO / OFICINA AFRO DIGITAL. O evento tem como objetivo inaugurar o processo de articulação em rede dos projetos contratados no âmbito do edital “Preservação e acesso aos bens do patrimônio Afro-Brasileiro”, bem como apresentar e debater questões importantes em prol de uma política nacional para acervos digitais.

O edital “Preservação e acesso aos bens do patrimônio Afro-Brasileiro”, é uma iniciativa do Ministério da Cultura em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), e em articulação com a Rede Memorial.  Com investimento inicial de R$ 1,7 milhão, o edital selecionou projetos de coleta, resgate, recuperação, conservação e disponibilização de acervos para o acesso público em meio digital. O foco são acervos de interesse científico e cultural de bens do patrimônio Afro-Brasileiro, visando ampliar sua disponibilidade e acessibilidade para pesquisadores e sociedade civil. A maximização de oportunidades para geração de conhecimento novo a partir desses acervos disponibilizados é objeto fundamental desta iniciativa.

O evento contará com a participação de representantes dos projetos selecionados no âmbito do edital, que cumprirão agenda de oficinas com atividades para articular e sintonizar o processo de digitalização, catalogação e publicação das coleções e acervos envolvidos nos projetos. Na dimensão técnica, o encontro objetiva desenhar um modelo de desenvolvimento de padrões que irão permitir a interoperabilidade entre os diversos repositórios digitais, em diferentes formatos (textual, iconográfico, áudio, vídeo, objeto 3D), com ênfase no esforço de compatibilização dos diferentes modelos de catalogação, e no desenvolvimento dos vocabulários e ontologias demandados pelos novos esquemas de classificação de conteúdos para o acesso digital (dados interligados / linked data).

Entre as novidades propostas pela iniciativa está a introdução do conceito de ‘Curadoria em Rede’ para acervos digitais. Tal conceito enfatiza o papel central que usuários da web, em seus mais diversos níveis de especialização técnica, passam a desempenhar na classificação, contextualização e visibilidade das coleções digitalizadas disponibilizadas na Internet. No século XXI, a produção de informações de contexto sobre os conteúdos que circulam no meio digital se dá nos diálogos e fluxos em rede – para que tal processo aconteça de forma pública e organizada, padrões, metodologias e plataformas devem incorporar esta potencialidade em sua arquitetura e desenvolvimento.

O projeto “Afro-Digital’, em seu escopo mais amplo, propõe o fomento a arranjos que promovam o compartilhamento de recursos entre projetos e instituições envolvidos com acervos digitais, especialmente os de infra-estrutura tecnológica — equipamentos de digitalização, plataformas de disponibilização e armazenamento de dados. No âmbito desta iniciativa, a publicação web do conjunto de acervos relativos ao tema do patrimônio Afro-Brasileiro de forma interativa e interoperável busca demonstrar, em escala reduzida, o papel de uma efetiva e abrangente política pública para o setor dos acervos digitais.

PROGRAMAÇÃO – 04 a 06/12/2014 – UFPE ~ Recife (PE)

04 de Dezembro – Quinta-Feira

  • 09:00h – Abertura – Américo Cordula (SPC – MinC), Cibele Barbosa (Fundaj-MEC), Prof. Marcos Galindo (UFPE), Conceição de Maria Evangelista Barbosa (Fund. Palmares)
  • 09:30h – Apresentação dos 24 projetos (Coordenadores)
    Tema: Edital Preservação e acesso aos bens do patrimônio Afro-Brasileiro
  • 12:00h – Almoço
  • 14:00h – Painel 1: Por uma política nacional para Acervos Digitais (digitalização, preservação digital e politicas sustentáveis para acervos digitais)
    Participantes:  Americo Cordula (Sec. Políticas Culturais – MinC), Bianca Amaro (Ibict – MCTI), Pedro Puntoni (Rede Memorial), Alvaro Malaguti (RNP)
    Moderador: Tadeu di Pietro (Sec. Políticas Culturais – MinC)
  • 15:30h – Coffee Break
  • 16:00h – Painel 2: Reflexões sobre ‘Curadoria em Rede’ (digitalizando e contextualizando acervos na era das mídias sociais)
    Participantes: Dr. Ricardo Teixeira (Rede Humaniza SUS), Profa. Sueli Mara Ferreira (USP), Prof. Luis Fernando Sayão (CNEN – Conarq), José Murilo (Cultura Digital – MinC)
    Moderador: Prof. Dalton Martins (UFG)
  • 17:30h – Reunião com Coordenadores dos Projetos Edital Minc-Ufpe 2013

05 de Dezembro – Sexta-Feira

  • 09:00h – Oficina em Sistemas de Classificação / Ontologias – dinâmica de mapeamento e construção coletiva das entidades (vocabulários, taxonomias) para o sistema de classificação do projeto Afro-Digital
  • 12:00h – Almoço
  • 13:30h – Oficina Desenvolvimento Colaborativo de Ontologias – oficina de publicação utlizando a plataforma CulturaDigital.br (WordPress) para exercício prático de classificação de acervos

06 de Dezembro – Sábado

  • 09:00h – Oficina em Plataformas de Gestão de Acervos Digitais (capacitação no uso da plataforma ICD) – Equipe RNP
  • 12:00h – Encerramento e Almoço de Confraternização

Comentários (0)

Imagem CAPTCHA
*