Foto de perfil de Adriana Veloso

Sobre Adriana Veloso

http://dricaveloso.wordpress.com

I Encontro da Rede Incubadoras Brasil Criativo

Evento reuniu 60 pessoas entre gestores públicos, técnicos e representantes do Sebrae

DSC_1405

Aconteceu de 17 a 21 de novembro, o I Encontro da Rede Incubadoras Brasil Criativo. O evento é uma realização da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura, do SEBRAE Nacional e do SEBRAE DF, em parceria com a ANPROTEC e conta com a presença de 60 pessoas, de 14 estados brasileiros, dentre eles gestores de Secretarias de Cultura estaduais, equipes técnicas das Incubadoras Brasil Criativo e representantes dos SEBRAEs estaduais. Continuar lendo

I Encontro da Rede Incubadoras Brasil Criativo

Acontece esta semana – de 17/11 /14 a 21/11/14 – em Brasilia o I Encontro da Rede Incubadoras Brasil Criativo, uma realização da Secretaria da Economia do Ministério da Cultura, do SEBRAE Nacional e do SEBRAE DF, em parceria com a ANPROTEC.
O encontro é composto por duas atividades paralelas e complementares: o 2o Encontro de Gestores da Rede Incubadoras Brasil Criativo e a Capacitação ANPROTEC para a equipe técnica da Rede Incubadoras Brasil Criativo.

Estão presentes integrantes das equipes das 14 incubadoras da rede brasil Criativo, além de representantes do Sebrae estaduais.

encontro

Confira aqui o programa completo.

Veja as fotos do primeiro dia.

Incubadora Acre Criativo seleciona equipe

A Incubadora Acre Criativo abre edital de seleção para a composição de sua equipe. O espaço localizado no centro da capital acriana, “O Casarão” possui uma forte referência cultural e é considerado um patrimônio do estado. Na década de 1980, foi um caldeirão das linguagens artístico-culturais, e por essência, de vanguarda. “A Incubadora Acre Criativo criará um elo com outros equipamentos culturais como o Theatro Hélio Melo e a Biblioteca Pública”, explica Karla Martins, da Fundação Elias Mansour.

Confira aqui o edital. Continuar lendo

Inauguração Incubadora Pernambuco Criativo

A Incubadora Pernambuco Criativo abre suas portas nesta terça-feira (16/09). O evento de inauguração, que acontece a partir do meio dia, no foyer do Centro de Convenções de Pernambuco, contará com a presença do secretário de Cultura de Pernambuco Marcelo Canuto, do presidente da Fundarpe Severino Pessoa, do secretário de Economia Criativa do Ministério da Cultura (MinC), Marcos André Carvalho e do reitor em exercício da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), professor Edmilson Santos de Lima.

O lançamento contará com a presença do maracatu Piaba de Ouro e apresentação da Orquestra Sinfônica e da Orquestra de Frevo, ambas da UFPE. Instalada em três salas do Centro de Convenções da UFPE, a Incubadora irá dialogar também com os demais equipamentos que já fazem parte do Centro, tais como áreas para exposição e atividades culturais, anfiteatro, auditórios e cinema (ambos em construção).

A Incubadora Pernambuco Criativo é uma parceria com a FUNDARPE – Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco e com a Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. É a primeira incubadora da rede a ser instalada dentro de universidade reforçando a importância da união entre o mundo do empreendedorismo cultural com o mundo acadêmico, da pesquisa e da inovação.

A Incubadora faz parte das ações de revitalização do Centro de Convenções da Universidade que contará até 2015 com salas de cinema, auditórios e espaços livres para exposição e espetáculos.   A Incubadora Pernambuco Criativo estará dentro desse equipamento cultural excelente interagindo com essas atividades.

A Incubadora Pernambuco Criativo ofertará aos agentes culturais cursos e consultorias em gestão, planejamento estratégico, assessoria contábil, jurídica e de comunicação, marketing, elaboração de projetos e captação de recursos e acompanhamento contínuo. Também sediará balcões de crédito, de formalização, assessoria jurídica  e uma área compartilhada permanente de trabalho colaborativo.

A Incubadora Pernambuco Criativo faz parte da Rede de Incubadoras Brasil Criativo, programa da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura, que conta com 7 incubadoras inauguradas nos estados do Rio de Janeiro, Acre, Bahia, Mato Grosso, Pará, Goiás e Rio Grande do Norte. Outros 5 estados até o final do ano receberão novas incubadoras:  Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

Economia Criativa em Pernambuco

Desde 2010 que a Economia Criativa é uma pauta de importância estratégica na gestão da Cultura em Pernambuco. Em 2011, com a criação da Secretaria de Cultura, as atividades relacionadas a este setor foram intensificadas, através de oficinas de formação em festivais e em fóruns de escutas setoriais (Projeto “Culturando a Economia em Pernambuco”). Em 2013, a Diretoria de Políticas Culturais da Secretaria de Cultura passa a conduzir as pautas ligadas a este campo.

As parcerias intersetoriais (com as linguagens do artesanato, literatura, cultura popular, moda e design, audiovisual) e institucionais (Secretarias da Mulher, de Desenvolvimento Econômico, Do Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo, Pontos de Cultura, Associações e Coletivos Culturais) passam a ser uma constante no quadro de ações da Coordenadoria. O objetivo é compartilhar valores simbólicos e oportunizar atividades que tenham focos semelhantes.

“Estamos inaugurando um espaço específico para este setor, para dar assessoria e consultoria aos empreendedores criativos que precisam de um suporte. Mas a política de Cultura em Pernambuco já vem trabalhando no sentido de fortalecer a economia da Cultura. Consolidamos o Funcultura, disponibilizando R$ 33,5 milhões anuais para a produção independente, realizamos dez festivais de cultura por ano, em todas as macro-regiões do estado, entre várias outras ações que melhoram as atividades de todos os setores da cultura no estado”, pontua o secretário Marcelo Canuto.

O presidente da Fundarpe Severino Pessoa aponta para os resultados que são fruto do investimento que o Governo do Estado vem fazendo na Cultura. “O exemplo que Pernambuco é hoje para o Brasil, principalmente em segmentos como a música e o audiovisual, é resultado deste investimento nas políticas públicas. Acreditamos que com esta incubadora estaremos dando ainda mais capacidade e poder para que a cadeia da cultura crie elos cada vez mais consistentes”, diz Severino Pessoa.

11 09 14 convite 15cm x 21cm-01 Continuar lendo

Inaugurada a Incubadora Goiás Criativo

Foi inaugurada terça-feira, dia 26/08, a Incubadora Goiás Criativo, mais uma incubadora que integra o programa Rede Incubadoras Brasil Criativo, uma iniciativa da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura, em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado de Goiás.

A Incubadora Goiás Criativo abriu com programação de cursos, oficinas, palestras e  consultorias pré definidas para os próximos meses. Serão ofertados aos agentes culturais cursos e consultorias, planejamento estratégico, assessoria contábil, jurídica e de comunicação, marketing, elaboração de projetos, captação de recursos e acompanhamento contínuo, além de sediar balcões de crédito, formalização, formação técnica e realização de cursos além de três encontros setoriais para o setor do artesanato.

Em outubro a Incubadora Goiás Criativo seguirá com atividades de formação e os encontros setoriais serão voltados para empreendimentos de moda. Além disso, desde já são oferecidos plantões às segundas e sextas feiras para elaboração de projetos culturais. Continuar lendo

Inauguração Incubadora Goiás Criativo

Será inaugurada, no próximo dia 26 de agosto, a Incubadora Goiás Criativo, mais um dos projetos que integram a Rede Incubadoras Brasil Criativo, uma iniciativa da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura, em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado de Goiás.

Na ocasião estará presente Marcos André Carvalho, Secretário da Economia Criativa acompanhado por Dalva Santos, Coordenadora Geral de Ações Empreendedoras. A inauguração contará também com a presença de Gilvane Felipe, Secretário de Cultura do Estado de Goiás e Décio Coutinho, Coordenador Executivo da Incubadora Goiás Criativo, além de representantes de instituições parceiras do programa.

Rede de Incubadoras Brasil Criativo

As Incubadoras são centros de inovação, empreendedorismo, formação, fomento e promoção. São espaços de convívio e interação multisetorial entre empreendedores criativos e multinstitucional que reúne governos, bancos, universidades, sistema S e sociedade civil, promovendo o compartilhamento de experiências e fortalecimento de redes e coletivos. 

Nessa primeira fase, a Rede Incubadoras Brasil Criativo estará presente em 13 estados: Acre, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. O programa conta com investimentos de R$ 40 milhões e tem como princípios norteadores a diversidade cultural e a inclusão social.

São parceiros do programa, dentre outras instituições, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Ministério da Educação, Ministério do Turismo, as secretarias estaduais e municipais de Cultura, secretarias de Desenvolvimento Econômico, Sebrae, Senac, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e universidades.

Incubadora Goiás Criativo

A Incubadora Goiás Criativo funciona como um centro de inovação, empreendedorismo, formação, fomento e promoção de cultura. Instalado no centro Goiânia, ao lado das galerias Frei Confalone e Sebastião dos Reis, parte do Centro Cultural Octo Marques, o espaço da Incubadora funcionará como local de convívio e interação multisetorial, com o objetivo de promover o compartilhamento de experiências e fortalecimento de redes e coletivos locais.

A Incubadora Goiás Criativo oferta aos agentes culturais cursos e consultorias, planejamento estratégico, assessoria contábil, jurídica e de comunicação, marketing, elaboração de projetos, captação de recursos e acompanhamento contínuo, além de sediar balcões de crédito, formalização, formação técnica e realização de cursos.

Serviço:

Inauguração Incubadora Goiás Criativo

Data e horário: 26 de agosto às 10 horas.

Local: Edifício Parthenon Center Rua 4 numero 515 quadra 01-10 Setor central – Goiânia – GO

Informações: (62) 3201-9857

HOJE_02

Incubadora Goiás Criativo – Inauguração

A partir da próxima terça-feira (26), o estado de Goiás contará com um espaço para inovação, empreendedorismo, formação, fomento e promoção de projetos culturais. É a Incubadora Goiás Criativo, projeto que integra o programa Rede Incubadoras Brasil Criativo, da Secretaria de Economia Criativa do Ministério da Cultura.

Instalado no centro Goiânia, ao lado das galerias Frei Confalone e Sebastião dos Reis, parte do Centro Cultural Octo Marques, o espaço da Incubadora Goiás Criativo funcionará como local de convívio e interação multisetorial, com o objetivo de promover o compartilhamento de experiências e fortalecimento de redes e coletivos locais.

flyer_02

 

Rio Criativo entra para a rede de incubadoras do Ministério da Cultura

A incubadora Rio Criativo já faz parte da Rede Incubadoras Brasil Criativo. O programa de apoio a empresas, criado pelo Ministério da Cultura, reúne 13 centros de estímulo à economia criativa no País. A ministra da cultura, Marta Suplicy, participou nesta quinta-feira (3/7) da solenidade que formalizou a inclusão da incubadora carioca no programa federal. O evento ocorreu no tradicional Liceu de Artes e Ofícios da capital fluminense.

A Rio Criativo está em atividade desde 2009. Em seu primeiro ano de existência, as empresas faturavam  R$ 1 milhão por ano, em média. De lá para cá, o faturamento cresceu. Cada empresa gerada ali fatura R$ 9 milhões anuais.

Marcos André Carvalho, secretario de Economia Criativa, e a ministra Marta Suplicy participaram da inauguração da Incubadora Rio Criativo. (Foto de Montserrat Beviláqua)
Segundo a ministra, a incubadora do Rio deve servir de modelo para outras incubadoras. ” O Brasil vive um momento único, em que as pessoas estão mais dispostas e têm mais oportunidades para criar. Os 41 milhões de brasileiros que entraram para a classe média querem criar. As incubadoras são o espaço ideal para isso, pois são lugares inteiramente dedicados à criação”.
A ministra visitou as novas instalações da incubadora carioca, que passou a ocupar quatro andares do prédio do Liceu de Artes e Ofícios, na Praça XI, começando pelo escritório de apoio a projetos culturais. Em seguida, conheceu duas novíssimas empresas geradas pelo Rio Criativo.
A inauguração contou com a presença da secretária estadual de Cultura, Adriana Rattes, e do secretário da Economia Criativa do MinC, Marcos André Carvalho.
Jefferson Lessa
Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura

Inauguração nova sede RIO CRIATIVO

Convite_Rio_Criativo_3Jul14

Inventor do termo “cidade criativa’ fará palestra na inauguração

 O Rio Criativo – Incubadora do Programa de Desenvolvimento da Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro – ganhou nova sede no Centro da cidade, ocupando agora quatro pavimentos no prédio do Liceu de Artes e Ofícios – instituição de importância histórica, fundada em 1856, por onde passaram renomados mestres em desenho, pintura, gravura, escultura e cuja lista de alunos ilustres inclui Eliseu Visconti e Rubem Gerchman.

Uma realização da Secretaria de Estado de Cultura, o Rio Criativo conta com a parceria de instituições como o Ministério da Cultura; o Ministério das Comunicações; a Secretaria de Ciência e Tecnologia; a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro-FAPERJ;  o Instituto Gênesis da PUC-Rio; o SEBRAE-RJ; o Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro; a JUCERJA; a RioFilme e a Prefeitura de São João de Meriti.

A nova sede do Rio Criativo será inaugurada às 15h de 3 de julho, quinta- feira, com a presença da Ministra da Cultura, Marta Suplicy,  e da Secretária de Estado de Cultura, Adriana Scorzelli Rattes.

Ministério inaugura, no Acre, mais uma Incubadora da Rede Brasil Criativo

acre criativo

Chegou a vez do Acre entrar na Rede Incubadoras Brasil Criativo. O espaço cultural “O Casarão”, em Rio Branco, abrigará a Incubadora Acre Criativo, que será inaugurada nesta sexta-feira, 27, às 15 horas. O projeto é uma ação do Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretaria da Economia Criativa, junto ao governo do Estado do Acre por intermédio da Fundação Elias Mansour (FEM).

A solenidade contará com a presença do governador Tião Viana, do secretário da Economia Criativa do MinC, Marcos André de Carvalho, da diretora-presidente da FEM, Karla Martins, autoridades, produtores, realizadores e fazedores de cultura.A programação de entrega da Incubadora Acre Criativo ainda terá apresentação de artistas de música instrumental.

Localizado no centro da capital acriana, “O Casarão” possui uma forte referência cultural e é considerado um patrimônio do estado. Na década de 1980, foi um caldeirão das linguagens artístico-culturais, e por essência, de vanguarda. “A Incubadora Acre Criativo criará um elo com outros equipamentos culturais como o Theatro Hélio Melo e a Biblioteca Pública”, explica Karla Martins, da FEM.

As Incubadoras são centros de inovação, empreendedorismo, formação, fomento e promoção. São espaços de convívio e interação multisetorial entre empreendedores criativos e multinstitucional que reúne governos, bancos, universidades, sistema S e sociedade civil, promovendo o compartilhamento de experiências e fortalecimento de redes e coletivos. No Acre, o Ministério da Cultura investiu cerca de R$ 1,2 milhão e a contrapartida do governo estadual foi de R$ 300 mil. Cultura popular, artes cênicas, música, audiovisual, moda, design, artesanato, artes visuais e demais serviços criativos constituem a cartela geradora de emprego e renda na cadeia produtiva da cultura no Acre.

Nessa primeira fase, a Rede Incubadoras Brasil Criativo estará presente em 13 estados: Acre, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

O programa conta com investimentos de R$ 40 milhões e tem como princípios norteadores a diversidade cultural e a inclusão social. Continuar lendo