PRESENÇA DE DESCRIÇÕES, A PARTIR DAS IMAGENS APRESENTADAS, PORMENORIZADAS DO ATO VIOLENTO (INCLUINDO O MODUS OPERANDI E O CORPO DAS VÍTIMAS)

– A tendência é aplicada em cenas que contenham imagens e sons de ato violento, procedimento médico-cirúrgico ou acidente apresentados com riqueza de detalhes, inclusive o corpo da vítima/paciente. Esta tendência não tem sido utilizada como indicação vinculada a uma faixa etária.

video

VÍDEO: CSI: Miami

11 respostas para “PRESENÇA DE DESCRIÇÕES, A PARTIR DAS IMAGENS APRESENTADAS, PORMENORIZADAS DO ATO VIOLENTO (INCLUINDO O MODUS OPERANDI E O CORPO DAS VÍTIMAS)”

  1. Foto de perfil de Anderson Lima Anderson Lima disse:
    Acho justo. Menores de 14 anos não saberiam lidar com este tipo de conteúdo.
  2. Nesta cena não mostra nenhum ato de violencia, então crianças de 10 Anos podem ver sem problema, além disso o responsavel pela criança pode até dar um exemplo ‘é isso que acontece se você não prestar atenção na rua’ então crianças de 10 Anos podem ver!
  3. Acho que crianças de 10 anos já pode ver a cena, não contém violencia, além disso, não mostra o sofrimento da vitima, acho um exagero classificar como 14 anos, crianças de 10 não iriam ficar com medo nenhum, então sim, crianças de 10 anos já pode ver a cena.
  4. Para mim esse criterio é 12 anos!
  5. Com certeza deveria ser livre. Não existe razão para 14 anos. Que exagero! Vivemos na era da internet etc. Sons de atos violentos também são classificados? Discordo!
  6. Reclassifico para 10 anos.
  7. Foto de perfil de Lucas Akoti Lucas Akoti disse:
    Reclassifico a cena para Livre à 10 anos.
  8. Reclassifico a cena para livre, sem nenhum problema, a cena não tem violencia, é leve, qualquer criança pode ver.
  9. Reclassifico essa cena para 10 anos (ou livre)
  10. depende do contexto pode suavizar ou aumentar a classificação, concordo.

Deixe uma resposta