Classificação 10 anos

Img_Alerta_10anosSão admitidos para esta faixa etária conteúdos que apresentem os critérios abaixo. Nem sempre a ocorrência de cenas que remetem à violência, sexo e drogas são prejudiciais ao desenvolvimento psicológico da criança, portanto estes são sempre analisados e ponderados com os critérios de atenuantes e agravantes.

VIOLÊNCIA

A.2.1. PRESENÇA DE ARMAS COM VIOLÊNCIA

Utilização de armas com o intuito de praticar violência, sem que haja consumação do ato. Exemplo: Personagem ouve um barulho em casa e apanha uma faca para defender-se.

 

 

A.2.2. MEDO / TENSÃO

Enquadramentos, jogos de câmera, iluminação, direção de arte, sonorização, comportamento dos personagens, recursos de edição ou qualquer outro elemento da linguagem audiovisual que crie uma ambientação tensa que pode causar medo ou susto no espectador. Exemplo: Em uma casa escura, personagem ouve barulhos estranhos. De repente, uma pessoa mascarada surge do nada, acompanhada por um alto efeito sonoro, provocando susto no espectador.

 

A.2.3. ANGÚSTIA

Conteúdos que possam provocar desconforto no espectador, tais como a apresentação de discussões ríspidas, personagens em depressão ou tristeza intensa, acidentes e destruições, morte de pais ou de pessoas ou animais com vínculos fortes com o personagem. Exemplo: Criança com câncer morre no hospital, acompanhada pela família, que chora.

 

A.2.4. OSSADAS E ESQUELETOS COM RESQUÍCIOS DE ATO DE VIOLÊNCIA

Exibição de ossadas e esqueletos resultantes de ato violento. Exemplo: Policiais investigativos encontram uma caveira com um buraco de bala no crânio.

 

A.2.5. ATOS CRIMINOSOS SEM VIOLÊNCIA

Qualquer ação que seja crime, contravenção ou infração de acordo com a legislação brasileira, que não esteja vinculada à violência propriamente dita. Exemplo: Roubo, furto ou corrupção.

 

A.2.6. LINGUAGEM DEPRECIATIVA

Cenas em que personagens tecem comentários maldosos ou depreciativos a respeito de alguém que não esteja presente. Exemplo: Olha aquela vagabunda chegando perto do meu namorado!

 

SEXO E NUDEZ

B.2.1. CONTEÚDOS EDUCATIVOS SOBRE SEXO
Diálogos e imagens não estimulantes sobre sexo e que estejam dentro de contexto educativo ou informativo.

Exemplo: Em escola, estudantes aprendem sobre o sistema reprodutor.

 

DROGAS

C.2.1. DESCRIÇÕES VERBAIS DO CONSUMO DE DROGAS LÍCITAS

Diálogos, narrações ou cartelas gráficas com descrição do consumo de drogas lícitas. Exemplo: “Ontem estava calor, abri uma cerveja geladinha e bebi numa golada só. Nada como tomar minha cervejinha aqui na praia.”

 

C.2.2. DISCUSSÃO SOBRE O TEMA “TRÁFICO DE DROGAS”

Imagens, diálogos ou contextos que apresentem o tema “tráfico de drogas”, abordando causa, consequência ou soluções pertinentes ao caso, com um discurso equilibrado sobre as questões sociais que o tema engloba. Exemplo: Personagens debatem sobre as possíveis penas para traficantes de drogas.

 

C.2.3. USO MEDICINAL DE DROGAS ILÍCITAS

A tendência é aplicada quando há cenas em que personagem consome drogas consideradas ilícitas no Brasil, como maconha, para fins medicinais, quando for apresentado contexto adequado. Exemplo: Personagem, que vive em país onde o consumo de maconha para fins medicinais é lícito, usa a droga para atenuar a dor do câncer.

 

Atualizado em 20 de fevereiro de 2015