Classificação 14 anos

Img_Alerta_14anosSão admitidos para esta faixa etária conteúdos que apresentem os critérios abaixo. Nem sempre a ocorrência de cenas que remetem à violência, sexo e drogas são prejudiciais ao desenvolvimento psicológico da criança, portanto estes são sempre analisados e ponderados com os critérios de atenuantes e agravantes.

VIOLÊNCIA

A.4.1. MORTE INTENCIONAL
Personagem mata outro intencionalmente. Exemplo: Homem atira em outro; vampiro mata um lobisomem.

 

A.4.2. ESTIGMA / PRECONCEITO
Diálogos, imagens ou contextos que estereotipam as chamadas minorias ou grupos vulneráveis, fazendo chacota ou depreciando um indivíduo ou grupo por conta de suas particularidades, reiterando sua histórica condição marginal, ridicularizando características ou crenças pessoais (a identidade social), atendo-se a uma característica pessoal para diminuir o indivíduo ou grupo, atribuindo-lhe condição defeituosa.  Exemplo: Índio é apresentado como preguiçoso; morador de rua é sempre retratado como bandido; criança é chamada de “bichinha” por conta de seus trejeitos.

 

SEXO E NUDEZ

B.4.1. NUDEZ
Cena em que são exibidos seios, nádegas e/ou órgãos genitais. Exemplo: Pessoa troca de roupa enquanto outra a observa.

 

 

B.4.2. EROTIZAÇÃO
Imagens, diálogos e contextos eróticos, sensuais ou sexualmente estimulantes3, como strip-teases e danças eróticas. Exemplo: Homem realiza strip-tease; mulher se insinua, fica apenas de biquíni para seduzir outra pessoa.
3 Estimulante: que excita, que incita, que anima.

 

B.4.3. VULGARIDADE
Imagens, diálogos ou contextos que apresentem a sexualidade de maneira vulgar. Exemplo: Jovem diz para a mulher ao seu lado: “Suas amigas sabem que você gosta é de
x*x*ta?”

 

B.4.4. RELAÇÃO SEXUAL
Cena com qualquer modalidade de sexo (vaginal, anal, oral, manual) não explícito. Exemplo: Casal mantém relação sexual, mas não é possível ver penetração.

 

B.4.5. PROSTITUIÇÃO
Apresentação de qualquer etapa do ato da prostituição: sedução/conquista, contratação, prática sexual ou pagamento.Exemplo: Homem para carro na rua e prostituta se aproxima, revela seu preço e entra no automóvel.

 

DROGAS

C.4.1. INSINUAÇÃO DO CONSUMO DE DROGAS ILÍCITAS
Cena em que, por imagens, diálogos ou contexto, entende-se que houve consumo de drogas ilícitas.Exemplo: Personagem apresentando alucinação.

 

C.4.2. DESCRIÇÕES VERBAIS DO CONSUMO E TRÁFICO DE DROGAS ILÍCITAS
Cena em que personagem revela que consumiu droga ilícita. Exemplo: “Ontem cheguei em casa e fumei um baseado”.

 

C.4.3. DISCUSSÃO SOBRE “DESCRIMINALIZAÇÃO DE DROGAS ILÍCITAS”
Diálogos entre personagens gerando um debate sobre a liberalização de drogas (desde a produção até o consumo), deixando claras as causas, consequências e soluções pertinentes ao caso, com um discurso equilibrado sobre as questões sociais e de saúde que o tema engloba.Exemplo: Debate em programa de televisão sobre a descriminalização da maconha.

 

Atualizado em 20 de fevereiro de 2015