Programa ‘Tá na Tela da Band”

O programa “Tá na Tela da Band”, com Luiz Bacci, da Rede Bandeirantes, autoclassificado como “Livre”, apresentou conteúdos incompatíveis com a classificação atribuída. O serviço de acompanhamento do Ministério da Justiça detectou ocorrências freqüentes de descrição de violência e linguagem de conteúdo sexual, solicitando esclarecimentos à emissora.

Considerando as inadequações identificadas, o programa em questão deveria adotar uma autoclassificação compatível. A Rede Bandeirantes solicitou que o programa fosse considerado “jornalístico”, excluindo a necessidade de classificação. Não se verificou, entretanto, mudanças na linha editorial do programa que justificassem a nova categorização.

Portanto, o pedido de autoclassificação foi indeferido e o programa foi classificado como “Não recomendado para menores de 10 anos”, por conter violência e conteúdo sexual, mantendo-se, ainda, o monitoramento da obra.

Deixe uma resposta