TAMBORIM QUADRADO

Embora o tamborim quadrado não seja uma fonte sonora de matriz africana, a sua utilização no Brasil assume uma identidade afra por excelência, passando dos folguedos de origem africana para o carnaval, onde se torna peça fundamental.

Pierre Verger documentou com sua lente o tamborim quadrado em Salvador, em Recife e no Rio de Janeiro, no período anterior à industrialização do tamborim, que aboliu os processos, a forma e os e materiais artesanais. Eis porque demos um destaque à produção desse instrumento nas nossas oficinas, que alcançou grande identificação por parte dos alunos.

.

Tamborim quadrado: serrando os sarrafos de Pinus. Foto: Ricardo Pamfílio

.

Tamborim quadrado: serrando. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim quadrado: pregando e colando. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim quadrado. Foto: Ricardo Pamfílio

.

Tamborim quadrado. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim: fixando a pele de cabra. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim: fixando pele. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim: alegria do trabalho concluído. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim: ansiosos para tocar. Foto: Roberto Luis

.

Tamborins quadrados: ritmos descobertos. Foto: Ricardo Pamfílio

.

Tamborim: e por que não tocar? Foto: Roberto Luis

.

Tamborim: a chamada percussiva. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim quadrado. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim. Foto: Roberto Luis

.

Tamborim. Foto: Roberto Luis

.

.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*