:: Da redação*
:: Convergência Digital :: 11/08/2010

A Viacom vai mesmo recorrer da decisão que favoreceu a Google no processo de US$ 1 bilhão em que acusou a empresa de internet de permitir vídeos protegidos por direito autoral em seu site YouTube sem autorização.

O recurso foi apresentado nesta quarta-feira, 11/8, à Corte Distrital de Nova York. No processo, a Viacom alegou que “dezenas de milhares de vídeos no YouTube, resultando em centenas de milhões visitas”, foram publicados com base em suas obras com direitos autorais, e que os acusados sabiam sobre isso, mas não fizeram nada para impedir uploads ilegais.

Entretanto, em uma decisão de 30 páginas, o juiz distrital Louis Stanton disse que seria impróprio passar a Google e ao YouTube a responsabilidade dos termos da lei federal de direito autoral apenas por ter uma “consciência geral” de que os vídeos possam ter sido divulgados de forma ilegal.

* Com informações da Cnet

Tags: , , ,