Cultura Digital na Revista Overmundo

Revista Overmundo dedicada à Cultura Digital. Baixe aqui> http://www.overmundo.com.br/blog/revista

EDITORIAL

A pauta é tão óbvia que não nos pareceu imediata. O Overmundo, afinal, é fruto da cultura digital. Na efervescência do período em que pipocaram aqui e acolá os sites da chamada web 2.0, as redes sociais, os georreferenciadores, as plataformas de crowdsourcing e crowdfunding, lá estávamos nós. Retomar esse tema e narrar um pouco do panorama em que surgiram diversas iniciativas e movimentos voltados ao digital e às artes eletrônicas é, portanto, um pouco retomar as origens. Você faz parte da cultura digital…

VOCÊ, aliás, foi a personalidade do ano, no ano em que o Overmundo nasceu. De 2006 para cá, o estilo do-it-yourself, a ética/filosofia hacker e o ciberativismo só têm feito se expandir, ou melhor, se infiltrar pelo mundo. As páginas seguintes comentam um pouquinho desta história, trazendo à luz o contexto brasileiro de alguns movimentos políticos alternativos e apresentando casos de apropriação de ferramentais digitais para a mobilização em prol de causas. A cultura digital é tão pervasiva que mesmo um gênero de mídia tipicamente independente e alternativo, como o fanzine, encontrou sua vertente eletrônica. Como sabe todo zineiro, são muitos recortes possíveis…

Há, é claro, toda a discussão em torno da pirataria e do download e compartilhamento de bens culturais. Se é preciso repisar este tema, façamos em grande estilo, evocando o mesmo experimentalismo dos zineiros, com uma curiosa entrevista em quadrinhos com três dos mais influentes blogueiros de música do país. Na música também estão imersas as artistas Mary Fê e Leandra Lambert, que experimentam com artes plásticas, performances, e sonoridades eletrônicas, tudo junto e misturado.

Como nem só de música se faz a cultura digital, guardamos espaço também para a literatura eletrônica. Esta edição da revista proporciona um passeio saboroso pela e-lit (sem trocadilhos) brasileira. E nos leva a conhecer cineastas amadores, que mesclam a experiência do teatro satírico com produções filmadas a partir de celular, no Piauí.

Cultura digital não é coisa só de jovem! Você conhece o Vlog do Fernando? É um videolog para velhos. Com o humor ácido do grupo Parafernalha, a brincadeira pegou no YouTube e Fernando, o velhinho com incontinência urinária e boca-suja, é assunto comentado em todas as mídias sociais. Sucesso da internet, como é também o repertório do Bin Laden do Brega. O terrorista do amor batalha para conseguir um lugar ao sol.

Do sertão de Palestina (AL) ao deserto do real, a cultura digital está em nós. E você? O que achou de tudo isso? Queremos (saber) a sua impressão (digital)?

Os Editores