Artesanato de Camaragibe se apresenta forte e coeso na 18ª Fenearte

#CompartilheCulturaCamaragibe

Publicado Às 17h40 por Karolina Pacheco.

A Prefeitura Municipal de Camaragibe dialogou com as artesãs e contou com o designer e curador Ticiano Arraes para criar projeto do estande da exposição durante o evento que ocorre entre os dias 06 e 16 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco.

Artesãs e artesãos de Camaragibe, município situado à 13 Km da capital pernambucana, na Região Metropolitana do Recife, estão prontos para expor na 18ª Fenearte e, percebendo o potencial econômico do artesanato na cadeia produtiva camaragibense, os órgãos públicos gestores estiveram em amplo diálogo para a construção colaborativa e curadoria das peças artesanais que vão fazer parte do estande do município. Com o apoio da Prefeitura de Camaragibe, por intermédio de suas Fundação de Cultura e Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Sedec, aproximadamente quarenta profissionais do artesanato destinaram as suas peças, dos mais variados estilos criativos, para exposição no evento internacional de artesanato que acontece no Centro de Convenções de Pernambuco entre os dias 06 e 16 de julho de 2017. Durante onze dias, o artesanato de Camaragibe será exposto ao lado das criações artesanais do Brasil e do Mundo na maior feira de Artesanato da América Latina.

No palco do Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro, Márcio Souza (vice-presidente da Fundação de Cultura de Camaragibe) e Robson Ferraz (da Secretaria de Desenvolvimento Econômico); a estagiária de Ciências Sociais Rose Lourdes Silva e as artesãs e artesãos camaragibenses discutindo o estande a ser montado para a 18ª Fenearte. Foto: CulturaCamaragibe/Divulgação
Em diversas reuniões com os artesãos e artesãs nas últimas semanas, foi definida a forma de participação na feira e no estande dimensionado em 9 m². “A curadoria teve por objetivo, não selecionar artesãos ou obras, mas de entender essa produção e adequar-se a elas”, explica o vice-presidente da Fundação de Cultura de Camaragibe, Márcio Souza, que desde o início do ano faz o acompanhamento do segmento artesanato. A ideia é que o relacionamento com os artesãos se fortaleça para que assim sejam estabelecidas formas de formação e capacitação desses profissionais ano após ano.

“A curadoria teve por objetivo, não selecionar artesãos ou obras, mas de entender essa produção e adequar-se a elas”

“Fortalecer as relações sociais identificadas no segmento, e construir pontes para buscar a excelência e uma melhor expressão desse segmento encadeando e dando continuidade à ações futuras. A parceria da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Fundação de Cultura de Camaragibe tem sido fundamental neste processo, pois garante a estes artesãos a infraestrutura necessária para que o segmento ganhe vigor e floresça”, afirma Rose Lourdes Silva, que, além de estagiária de Ciências Sociais da Fundação de Cultura de Camaragibe, é artesã local.
Camaragibe já foi uma cidade onde muito se produziu um artesanato específico, especialmente até o ano de 2005: a tapeçaria. No entanto, com a falta de promoção e incentivo ao estilo nas últimas décadas, as criações em artesanato se multiplicam atualmente em variadas aplicações e tipos de peças – a exemplo do crochê, apliquê, feltro, reciclagem em ferro e couro. Serão apresentados também uma vasta gama de acessórios, entre colares, pulseiras, brincos e bolsas dos mais variados materiais, que vão desde sementes à pedrarias. Esta diversidade será valorizada pelo profissional Ticiano Arraes, designer de ambientação que trabalha há 17 anos na Fenearte, e contratado em 2017 pela Prefeitura Municipal de Camaragibe para harmonizar a gama de peças artesanais do stand de Camaragibe apontando a melhor disposição dos produtos.
SERVIÇO
Estande Camaragibe na 18ª Fenearte (Rua 19, nº 528)
De 06 a 16 de julho de 2017
Centro de Convenções de Pernambuco (Av. Prof. Andrade Bezerra, s/n – Salgadinho, Olinda)
Ingressos: segunda a quinta-feira, R$ 10 e R$ 5 (meia); sexta a domingo, R$ 12 e R$ 6 (meia). Meia-estrada para estudantes, crianças de até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos

#CompartilheCulturaCamaragibe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*