Renata Gamelo, Francisco Fabiano, Celly Brito e André Freitas participam do Cultura e Empreendedorismo em Camaragibe

#CompartilheCulturaCamaragibe

Imagem inline 1

Evento promovido pela Fundação de Cultura de Camaragibe ocorre nos dias 15 e 16 de setembro no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro

A Fundação de Cultura de Camaragibe realiza no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro, equipamento cultural situado na Vila da Fábrica, o ciclo de debates Cultura e Empreendedorismo nos dias 15 e 16 de setembro, sempre a partir das 18h30. Em conjunto a diversidade de pensamentos e experiências, o Cultura e Empreendedorismo visa promover discussões em torno das políticas públicas em cultura, tendo como primeiro foco de ação o ciclo de debates. Na mesa, diversos profissionais do ramo para discutir os caminhos e ações para a construção de redes.

Na sexta-feira, dia 15, o evento acontece até às 20h, com os seguintes debatedores: a designer, cenógrafa e articuladora Renata Gamelo (Conexões Criativas – importância do intercâmbio para o desenho colaborativo de novas oportunidades) e o profissional de Tecnologia da Informação Francisco Fabiano (Pop Cult Business). Ambos possuem larga experiência em políticas públicas para a cultura. Já no sábado, 16, o evento segue até às 20h30 e conta com as palestras da Doutora em Ciência da Informação pela USP, Celly Brito (O Mediador Cultural como Empreendedor), e do músico e compositor André Freitas (Gestão de Equipamentos Culturais).

“Se faz de extrema importância o investimento em políticas públicas de cultura, capacitações, turismo e sobretudo a criação e manutenção equipamentos públicos, sejam eles por parte da gestão ou de forma independente”, explica Ângelo Fábio, administrador do Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro. Ângelo acrescenta que a cultura estimula a criticidade na população, gerando auto estima e, sobretudo, investimentos para a cidade com a realização de festivais, mostras e eventos de caráter formativo.

RENATA GAMELO
TEMA: Conexões Criativas – importância do intercâmbio para o desenho colaborativo de novas oportunidades.

Renata Gamelo é designer, cenógrafa e articuladora. Entre 2006 e 2011 desenvolveu políticas públicas e articulação institucional nas áreas do Design e da Economia Criativa como gestora do Centro de Design do Recife. Em 2012 realiza residência no CMD-Centro Metropolitano de Diseño de Buenos Aires, conectando criativos pernambucanos e argentinos e acompanhando a implantação dos Distritos Criativos da cidade, e sua politica pública para Economia Criativa. De 2012 a 2015 faz a curadoria de debates da Orbe Coworking(Edf Pernambuco) e integra equipe de implantação do Armazém da Criatividade de Caruaru, equipamento do Porto Digital. Desde 2015 atua em projetos de cenografia e expografia, produção de eventos culturais, consultoria em design e articulação de agentes do setor criativo.

FRANCISCO FABIANO
TEMA: Pop Cult Business
O que é cultura aos olhos das grandes empresas? Muito se sabe que diversas são as empresas que têm em seu orçamento anual somas destinadas a fins culturais, a questão a saber é: Tais empresas consomem dessa cultura?

Francisco Fabiano Inserido em movimentos de Softwares Livre e Open Source, implantou os primeiros laboratórios de Inclusão Digital em Pernambuco no início dos anos 2000. Lecionou tecnologias livres e participou das primeiras turmas de formação em Engenharia Linux no Rio de Janeiro. Foi gestor público em TIC durante 7 anos no município de Camaragibe-PE. Tem certificação ICS Cabling e exerce atualmente o papel de mentoring na LCE Science e Ubit Tecnologia. Tem investido em conhecimentos na área de Saúde Digital, IBM Watson. É mentor no projeto #TamoJunto para auxilio a pequenos empreendedores e colaborador dos movimentos de filosofia Ágil em Recife.

CELLY BRITO
TEMA: O Mediador Cultural como Empreendedor
O que é mediação cultural e quem é o mediador cultural? Essas questões serão colocadas para chegarmos a ideia do mediador cultural que é também um empreendedor.

Doutora em Ciência da Informação pela USP. É professora do Departamento de Ciência da Informação da UFPE. Tem curso técnico em Radialismo. Foi gerente de operações do projeto “Memória da Cultura Popular por Liêdo Maranhão”. Foi coordenadora de campanhas online – produzindo conteúdo e empregando estratégias de marketing online – para clientes do portal StarMedia, no Brasil. É pesquisadora do Laboratório Liber – UFPE, atuando no Programa Camelão Urbano e no Observatório de Cultura de Pernambuco. Tem interesse nos temas: Mediação Cultural. Gestão Cultural. Projetos Culturais. Apropriação da Informação e da Cultura. Protagonismo Cultural. Política Cultural. Interculturalidade. Relações Étnico-raciais.

ANDRÉ FREITAS
TEMA: Gestão de Equipamentos Culturais

Com trinta anos de atuação na área, André Pruden é músico e compositor formado em Licenciatura em Música pela UFPE. Ex-professor dos Cursos de iniciação Musical do Conservatório Pernambucano de Música acompanhou e gravou com diversos artistas, entre eles: Bubuska Valença, Quinteto Violado e Orquestra do Maestro Duda. Apresentou-se como artista solo em vários projetos e festivais do país, entre eles: PRÉ- AMP (2009) Recife/PE; Pátio Sonoro – Pátio de São Pedro (2009) Recife/PE; Festival de Jazz da Macuca – Garanhuns/PE (2014, 2010 e 2009); Casa de Francisca – São Paulo/SP (2008); Estação Arte – Metrô de Recife (2008); Projeto Intervalos – Teatro do Parque – Recife (2007); Festival Música Estranha – Teatro Hermilo – Recife/PE (2007), Temporada Teatro Hermilo – Recife/PE (2006); Temporada Teatro Joaquim Cardoso (2006), Auditório do Projeto TAMAR – Fernando Noronha/PE (2005); X Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga – CE (2003), Mercado Cultural – Salvador/BA (2002). Compôs trilhas sonoras para diversos espetáculos que circularam pelos principais festivais de teatro e dança do país, entre eles: Palco Giratório – SESC/RJ; Festival de Teatro Nordestino de Guaramiranga – CE; Festival de Teatro de Brasília, Balaio Brasil SESC/SP; Festival de Inverno de Garanhuns/PE; Festival de Inverno de Campina Grande/PB; Ateliê de Coreógrafos – Salvador/BA; Mercado Cultural – Salvador/BA; Bienal Internacional SESC de Dança – Santos/SP; Festival Recife do Teatro Nacional. Produziu e executou direção musical para diversos projetos ligados a várias linguagens de expressão artística. Atualmente coordena o Núcleo de Música do Paço do Frevo em Recife.

 

Serviço
Cultura e Empreendedorismo, debates com Renata Gamelo, Francisco Fabiano, Celly Brito e André Freitas
No Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro (Av. Pierre Collier, s/n, Vila da Fábrica – Camaragibe)
15 e 16 de setembro, a partir das 18h30
Entrada Gratuita

#CompartilheCulturaCamaragibe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*