I Encontro de Artes Cênicas reúne artistas e empreendedores em Camaragibe

#CompartilheCulturaCamaragibe
pasted image 0

Com o tema “Interdisciplinaridade e Empreendedorismo nas Artes Cênicas”, evento acontece entre os dias 17 e 22 de outubro no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro, com uma extensa programação de debates, workshops, apresentações e performances

Após um longo período de isolamento, o palco do Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro, situado na Vila da Fábrica, voltará a receber espetáculos de dança, teatro, circo e performance. Marcada para acontecer entre os dias 17 e 22 de outubro, a programação do I Encontro das Artes Cênicas conta ainda com diversas palestras e debates, atividades formativas que desde o início do ano já fazem parte da rotina deste equipamento cultural da Fundação de Cultura de Camaragibe. O evento conta com o tema “Interdisciplinaridade e Empreendedorismo nas Artes Cênicas” e é gratuito.
As artes cênicas são um imenso leque de possibilidades para o desenvolvimento da economia criativa e humano, que vão além do entretenimento, sendo um campo interdisciplinar que possibilita a transformação de olhares e a construção de novos diálogos. “A proposta do evento é estimular inovações e novas perspectivas para o setor através de alternativas criativas entre artistas, gestores públicos, setores privados e os demais envolvidos nessa cadeia produtiva”, defende o cineasta e economista Olímpio Costa, presidente da Fundação de Cultura de Camaragibe.
“O primeiro Encontro das Artes Cênicas de Camaragibe visa promover o debate e a reflexão no setor. Com o tema ‘Interdisciplinaridade e Empreendedorismo’, busca aproximar as relações políticas e econômicas como alternativa de diálogo e transformação do lugar comum. É um convite para a troca de experiências, será uma ponte de outras concepções estéticas. Ele será um suspiro de possibilidades onde trabalhadoras e trabalhadores das artes cênicas possam se expor nas aforas do circuito”, afirma o ator, performer e produtor  ngelo Fábio, diretor do Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro e organizador do evento.
Espetáculos de teatro, dança, circo, intervenções urbanas, performances e música são alguns dos elementos que estarão presentes na programação, que vai contar ainda com debates e workshops, reunindo nomes de referência nacional e internacional no setor, exibições de audiovisual e feirinha de artesanato. As atividades são gratuitas e vão contemplar todas as faixas etárias, mas para algumas apresentações é preciso verificar previamente a classificação indicativa.
HISTÓRICO
Equipamento cultural ligado às artes cênicas e audiovisuais do município de Camaragibe, o Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro tem capacidade para 402 espectadores, banheiros, camarins, salas de ensaio além de uma área verde (espaço de convivência) situada na área externa do cine teatro. Situado no bairro da Vila da Fábrica, o prédio que leva o nome de um antigo morador e agitador cultural ficou abandonado por um longo período, chegando a ser arrombado e roubado em 2016, mas neste ano voltou a ter sessões de cinema, reuniões sobre políticas culturais, debates, entre outras solenidades institucionais e culturais. Em breve abrigará o Núcleo de Pesquisas das Artes Cênicas (NUPAC).
Serviço:
I Encontro de Artes Cênicas de Camaragibe
De 17 a 22 de outubro de 2017
Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro (Vila da Fábrica – Camaragibe)
Entrada gratuita

Confira a programação completa:

[PALESTRAS]

Dia 19 de outubro de 2017

Horário:14h às 17h

Pedro Vilela (Recife/PE)

Tema: TREMA Festival. O que se desenvolve? Experiências e produções de pensamentos.

Rose Mary Martins (UFPE)

Tema: Empreendedorismo e Produção nas Artes Cênicas.

Cleison Ramos (Recife/PE)

Tema: A importância da luz na cena.

Dia 20 de outubro de 2017

Horário: 14h às 17h

Geraldo Cosmo – Grupo Teatral Risadinha (Camaragibe/PE)

Tema: Duas décadas de resistência do Grupo Teatral Risadinha.

Rita Marize – Sesc PE (Recife/PE)

Tema: Palco Giratório e suas interdisciplinaridades

Fábio André – Galpão das Artes (Limoeiro/PE)

Tema: Militância e resistência cênica no cenário pernambucano.

Dia 21 de outubro de 2017

Horário: 14h às 17h

Érico José (UFBA)

Tema: Artes do Espetáculo entre vida, pesquisa e empreendedorismo.

Paulo Michelotto

Tema: A Desconstrução das Artes Cênicas

Eliz Galvão

Tema: Acreditar numa cidade onde o fracasso é a única esperança – a experiência da Liga Produções, Pontos de Cultura e Projetos Culturais em Camaragibe.

[WORKSHOPS]

Erico José (Tema: Direção e Atuação)

18/10 – Quarta 8h às 12h / 14h às 17h

19/10 – Quinta 8h às 12h

20/10 – Sexta 8h às 12h

21/10 – Sábado 8h às 12h

Rose Mary Martins (Tema: Empreendedorismo e Produção nas Artes Cênicas)

17/10 – Terça 14h às 17h

18/10 – Quarta 14h ás 17h

20/10 – Sexta 8h às 12h

21/10 – Sábado 8h às 12h

Flávio Vicente (Tema: Introdução à Música Incidental)

Local: Centro de Criatividade Musical Raminho do Trombone

17/10 – Terça 14h às 17h

18/10 – Quarta 14h às 17h

19/10 – Quinta 8h às 12h

20/10 – Sexta 8h às 12h

[APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS]

QUARTA FEIRA (18/10)

Intervenção Urbana com Bros na parede do Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro: Live Paint de Graffiti

Horário: Diurno

QUINTA FEIRA (19/10)

Flávio Vicente

Pocket Show: Deusxs do som

Horário: 19h

Duração: 35 minutos

SEXTA FEIRA (20/10)

Robson Faro

Pocket Show: Quase Certo.

Horário: 19h

Duração 15 minutos.

A FUZARCA – Uma Brincadeira de Rua

Horário: 19h30

Duração: 50 minutos

Dramaturgia e encenação: Alexsandro Silva

SÁBADO (21/10)

Roma Julia – Contação de Histórias

Horário: 18h

Concepção e direção: Roma Júlia

Café (DIG)

Horário: 19h30

Classificação indicativa: 16 anos

Duração: 50 minutos

DOMINGO (22/10)

Resultado dos Workshops:

Introdução a Direção Teatral e Técnicas de Interpretação

Introdução a música incidental

Horário: 18h

Duração: 40 – 45 minutos

GRUPO TOTEM – NEM TENTE

Horário: 19h

Duração: 30 minutos

Performance Terezinha

Concepção e direção: Rebeca Gondim

Produção: Coletivo CARNE

Horário: 19h30

Duração: 20 minutos

COPA

Produção: Coletivo CARNE

Horário: 19h50

PICADINHO

Concepção/performers: Distro Dysca

Horário: 20h

Duração: em torno de 40 minutos

Onde: Núcleo de Pesquisa das Artes Cênicas (NUPAC)

Classificação etária: 18 anos

Mário Miranda e Klarissa Faye

Performance: Suco de pregos

Horário: 21h

Duração: 30 minutos

Onde: Núcleo de Pesquisa das Artes Cênicas (NUPAC)

#CompartilheCulturaCamaragibe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*