O livro lançado em São Paulo no último dia 11 deste mês narra o processo de resistência indígena dentro da cidade de São Paulo, com roteiro e arte de Vitor Flynn Paciornik e publicação da editora Elefante.

HQ Kondaro: a imagem retrata o Monumento às Bandeiras.

HQ Kondaro: a imagem retrata o Monumento às Bandeiras.

Por Cultura Livre – SP

O livro em formato HQ, com desenhos do artista Vitor Flynn Paciornik foi produzido pela Fundação Rosa Luxemburgo com apoio da Comissão Guarani Yvyrupa, organização indígena autônoma que congrega os povos guarani do Sul e Sudeste do Brasil, e narra a história recente de resistência indígena em São Paulo a partir do protesto de um jovem guarani durante a abertura da Copa do Mundo no Itaquerão, em 2014.

O lançamento ocorrido no último dia (11) no Espacio 945, na região Bela Vista em São Paulo, contou com um debate sobre resistência indígena e violência no campo com lideranças guaranis, com a presença de especialistas da Info Amazônia, Armazém Memória, De Olho nos Ruralistas e da Fundação Rosa Luxemburgo.

Ao longo de 60 páginas, as ilustrações retratam cenas da onda de manifestações dos Guarani Mbya, iniciada em 2013, pela demarcação de suas terras na cidade de São Paulo, como o fechamento da Rodovia dos Bandeirantes e a ocupação do Monumento às Bandeiras.

Atualmente, os Guarani lutam pela demarcação de suas terras na zona norte e na zona sul da cidade de São Paulo. Mais de dois mil indígenas vivem na região de Parelheiros e Jaraguá.

Ficha técnica

Autor: Vitor Flynn Paciornik
Projeto Gráfico: Bianca Oliveira
Consultoria: Lucas Keese dos Santos
Apresentação: Daniel Santini
Editora: Fundação Rosa Luxemburgo & Editora Elefante
Apoio: Comissão Guarani Yvyrupa
Páginas: 60
Publicação: Setembro 2016
ISBN: 978-85-68302-08-8
Dimensões: 18,2 x 25,5 cm

Site da Editora: http://www.editoraelefante.com.br/produto/xondaro/#prettyPhoto[product-gallery]/6/