Por Cultura Livre

Como algumas redes sociais como Facebook e Instagram censuram imagens de seios femininos, a ONG argentina David de Buenos Aires encontrou uma forma criativa de mostrar como fazer um autoexame para combater o câncer de mama e criou a campanha #tetasxtetas para o Movimiento Ayuda Cancro de Mama (MACMA), lançada este mês para a campanha Outubro Rosa.

Em vídeos e imagens que compõem as peças da campanha ‘Tetas x tetas’ são mostrados os “peitos” de um homem e as mãos de uma mulher, que se posiciona atrás dele, fazendo o exame.  A iniciativa lançada nas redes sociais busca aumentar a consciência sobre o câncer de mama e também destaca de forma clara a sem censura sofida por mulheres na rede, abordando a questão do machismo e da auto-apropriação do corpo feminino.

Os seios femininos geralmente são censurados. Mesmo quando aparecem para ensinar como realizar um autoexame para a detecção precoce do câncer de mama. É aí que ‘tetasxtetas’ entra. Uma campanha relacionada com a saúde, que exige que os homens participem, para conseguirmos sucesso“, declaram Joaquin CubriaIgnacio Ferioli, ECDs da David Buenos Aires.