As entidades de direitos humanos Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular organizam manifestações hoje em diversas capitais do país.

Por Cultura Livre

Uma série de manifestações são programadas para o dia de hoje (25) em diversas cidades do país em protesto pelos cortes na educação e saúde impostos pelo governo Temer (PMDB).

As mobilizações promovidas pelas frentes de luta fazem coro ao protesto liderado por estudantes em ocupações de escolas que já tomam o país, com instituições de ensino fundamental e médio, além de institutos federais e universidades ocupadas contra a PEC 241 e a reforma do ensino médio.

estudantes pec

Protesto contra a PEC no dia 17 em SP. Crédito da foto: Rovena Rosa/Agência Brasil.

A PEC 241, que já vem sendo chamada de PEC do Fim do Mundo por analistas políticos, tem previsão de votação do segundo turno nesta terça-feira na Câmara e os protestos tem o objetivo de pressionar o legislativo para que não aprovem a medida.

Segundo nota divulgada pelas frentes organizadoras dos protestos, a aprovação do projeto significaria um atraso para o desenvolvimento do país e o governo Temer concretizaria “o maior de seus ataques, até agora, aos direitos do povo brasileiro”.

“Os recursos que hoje já são insuficientes para garantir educação pública, gratuita e de qualidade ou a prestação dos serviços dignos de saúde para a maioria da população brasileira, por exemplo, ficarão estagnados, enquanto a população cresce e as necessidades só aumentam”, completa a nota.