Marcado como: cultura digital Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • Foto de perfil de Cleber Santos

    Cleber Santos 16:33 em 13 13UTC November 13UTC 2014 Link permanente | Resposta
    Tags: Atualização, , cultura digital,   

    Cultura Digital 2014 

    A equipe do Cultura Digital, apresenta a nova versão do Cultura Digital.

    Criamos um tema novo, totalmente compatível com o BuddyPress 2.1 e WordPress 4.0. O foco principal dessa atualização foi facilitar a interação entre os usuários da rede, resolver problemas de compatibilidade e melhorar a perfomance de toda a rede.

    Atualizações:

    Design Responsivo

    Interface adaptável para todos os dispositivos(PC, Mobile, Tablet e etc…)

    mobile

    Menções

    Você pode mencionar qualquer pessoa no Fluxo de atividades, Grupo ou Fórum.

    mencoes

    Tags

    Criamos uma página com todas as tags da rede e um widget na página inicial exibe as tags principais.

    Membros

    Destaque maior para os usuários da rede.

    Barra Social Suspensa

    Criamos uma barra lateral com todas as funcionalidades da rede, tudo em um mesmo lugar. Para interagir na rede o usuário não precisa acessar o painel administrativo do WordPress.

    barra_buddypress

    Busca

    A busca foi aperfeiçoada, agora o conteúdo é procurado em toda a rede Cultura Digital.

    Twitter

    Criamos um widget do Twitter integrado com toda a rede social.

    twitter

    Blogs Principais

    Destacamos os blogs mais atualizados na página inicial.

    Blog para Grupos

    Adicionada a opção de criar um blog para o grupo.

    Atividades da rede

    O fluxo de atividades está mais limpo e nítido.

    Compartilhamento Social

    Compartilhe as atividades da rede no Facebook, Twitter e Google+.

    Ajuda e Suporte (atualizando)

    Criamos um blog para os usuários que tiverem duvidas no novo tema.

    Reporte erros

    Se você encontrar bugs ou tiver dificuldade em alguma área do site. Deixe aqui um comentário e iremos resolver o mais rápido possível.

     

     

     

     

     
  • Foto de perfil de Marco Antônio Konopacki

    Marco Antônio Konopacki 10:55 em 22 22UTC September 22UTC 2009 Link permanente | Resposta
    Tags: cultura digital, democratização da comunicação, framework, gestão de software, GPL, servidor público, software livre   

    Cultura Digital, uma ferramenta para democratização dos meios de comunicação 

    O Cultura Digital se coloca como uma rede de articulação descentralizada, capitaneada pelo Ministério, mas com uma gestão autônoma deste. Neste caso, o Ministério e outras entidades do setor público envolvidas, são os chanceladores (mas não só também porque também devem compor a gestão de forma paritária) que garantem direitos de manifestação do conjunto de iniciativas que compõem a rede.

    Por isso, acho que podemos caminhar para o fortalecimento e, por que não, na inovação da forma de gestão desse recurso. Durante esse processo, surgiram idéias e conceitos que podem inovar a Cultura Digital e concretizar bandeiras no campo da comunicação e da cultura que seriam importantes contribuições para os processos de conferência que enfrentaremos agora. Uma delas seria a criação do primeiro servidor público de serviços e conteúdo.

    Com esse encaminhamento, surgem uma série de outras demandas para concretizar esse servidor como público de fato. É claro que este tema não é uma discussão consolidada. Como dar caráter público a um servidor de internet? Quais são os direitos e deveres dos usuários deste servidor? Quais são as instâncias de decisão?

    Por este tema não estar consolidado, temos a vantagem de sermos os primeiros a experimentar algo nesse campo, mas também essa experimentação terá seus custos e riscos.

    Para uma contribuição inicial, eu tenho algumas sugestões para o Cultura Digital. A primeira seria a construção de um manifesto e um regimento para o CD. Não sei se a melhor forma de composição seriam entidades ou pessoas em torno da gestão, isso é uma coisa a amadurecer. Com este manifesto, teríamos a afirmação de alguns compromissos que, para mim, são fundamentais: a não interferência na rede, a garantia de continuidade da rede, a garantia de estrutura de comunicação e servidores, a garantia ao acesso e a manifestação, o direito a acesso as informações e aos dados (no mínimo os dados gerados por mim. Quando falo isso é o acesso ao banco de dados mesmo),  etc. Aqui acho que poderíamos melhorar o conjunto de direitos que acreditamos serem fundamentais para qualquer membro do Cultura Digital. De qualquer maneira, acredito que podemos estender e criar funções de código (framework) para as pessoas compartilharem informações entre si nos seus Blogs.

    Em seguida, acredito que um regimento iria consolidar esses direitos fundamentais e também estabelecer deveres aos usuários da rede. Ele definiria as instâncias de decisão e a forma de participação. Acredito que com isso ganharemos muito em qualidade de articulação na rede.

    Acho que com isso consolidado, podemos pensar como essa rede poderá se auto-construir, inclusive com apoio grosso de desenvolvimento. Aí já partindo para o lado técnico da coisa, mas nunca desvinculado do político. Acredito que o tema do Cultura Digital deveria ser publicado sob licença GPL e deva ser permitido a cada usuário da Cultura Digital montar seu próprio tema, o qual teria uma senha ao repositório SVN do CD e poderia escrever na sua área de tema, e ter acesso a leitura de todo o código do site. Acho que seria interessante termos um manual de construção da rede (e uma framework do CD para este desenvolvimento). Aí, podemos estimular que as pessoas montem seus próprios temas e contribuam com código para a rede. Acredito também que seja interessante uma área de construção de plugins para a galera estender as suas ferramentas. Os Pontões de Cultura digital que tem como foco desenvolvimento, poderiam dar uma boa mão nisso.

    Acredito que essas são as contribuições iniciais para este debate. Espero que possamos avançar e consolidar o Cultura Digital como o instrumento que irá revolucionar a forma de articulação entre grupos e entidades ligadas a luta pela cultura e comunicação. Um espaço bacana para debatermos isso será a conferência livre de comunicação e cultura em Recife.

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
Pular para a barra de ferramentas