Arquivo da categoria: Cordel Libertário

CORDEL – Vai como o vento

Flutuam sonhos com o vento Palavras que vão sem volta Murmúrios que a ninguém toca Anseios procede o tempo Feliz descontentamento Contente na voz do triste Vivendo com um dedo em riste Que insiste em julgamentos Com o vento se … Continue lendo

Publicado em Cordel, Cordel ácido, Cordel Libertário, Cordel maldito, Cordel Paraíba, Liberdade | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

CORDEL – Maré de puro escarro

Outra manhã vai passando Correndo pr’o fim de mais um dia Hoje a chuva dominando Uma terça de melancolia Estantes tapam minha vista Produtos, mureta, pista Alimentam a monotonia Vem chegando mais um cliente Fazendo girar as engrenagens Que deixa … Continue lendo

Publicado em Cordel, Cordel ácido, Cordel Libertário, Cordel maldito, Cordel Paraíba, Liberdade | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

CORDEL – Policial ou bandido?

Eu não decido quem é bandido Também não sou quem julga o crime Muito menos sou quem oprime Ou separa joio do trigo Vivo o que é pra ser vivido Enquanto essa guerra atinge a gente E todo dia morre … Continue lendo

Publicado em Cordel, Cordel ácido, Cordel Libertário, Cordel maldito, Cordel Paraíba, Liberdade | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

CORDEL – Julgamento

Quando se fala em julgamento Vem logo no imaginário O poder judiciário Cabido nesse regulamento Mas se pensarmos um momento Também vamos nos lembrar Que o velho ato de julgar Vive em nosso pensamento O juiz seu martelo bate Encerra … Continue lendo

Publicado em Cordel, Cordel ácido, Cordel Libertário, Cordel maldito, Cordel Paraíba, Crítica, Liberdade | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

CORDEL – Mídia sanguinária

Os anos vão indo embora E as coisas vão mudando Sua mente se adaptando Ou, de atraso, ela estoura Mas o que não é como outrora É a tal da segurança Que diminui a cada matança Que a TV banaliza … Continue lendo

Publicado em Cordel, Cordel ácido, Cordel Libertário, Cordel maldito, Cordel Paraíba, Crítica, Liberdade | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

CORDEL – Tenha calma, Hipocrisia!

Conheci na adolescência Uma coisa farta de segredo Que causa revolta e medo Cheia de ideal e crença Não sei se chega a ser doença Mas gente sofre um bocado Se a mesma logo chega de lado Querendo dar sua … Continue lendo

Publicado em Cordel, Cordel ácido, Cordel Libertário, Cordel maldito, Cordel Paraíba, Crítica, Liberdade | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

CORDEL – Reféns do dinheiro

O tal dinheiro é um papel Tem poder e costa quente Que corrompe muita gente Até inocente vira réu Sem ele é um escarcéu Gente beira a loucura Porrada no mêi da rua É pau do inferno até o céu Pessoas vivem … Continue lendo

Publicado em Cordel, Cordel ácido, Cordel Libertário, Cordel maldito, Cordel Paraíba, Crítica, Liberdade | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

CORDEL – O caminhar da ignorância

A ignorância é um caba véi Que chega sem dá recado Bota a lucidez de lado Nem te avisa quem é Come miolo de mané Afoga a gente em heresia Em coletiva anestesia Esquecendo até quem é A ignorância anda cansada … Continue lendo

Publicado em Cordel, Cordel ácido, Cordel Libertário, Cordel maldito, Cordel Paraíba, Crítica, Liberdade | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário