Cinema Digital – Democratização da sétima arte

Cinema D e 3D: Ações urgentes e necessárias do governo

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por Foto de perfil de Fernão Lopes Fernão Lopes 8 anos, 8 mes atrás.

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #6541

    Olá pessoal. Trago aqui alguns comentários do Laércio Silva, da TV Comunitária de Campo Grande/MS e documentarista. O Laércio tem produzido importante registro videográfico do Pantanal. Antes que acabem com ela.

     

    Inicialmente, o Laércio chama a atenção para as mudanças que estão ocorrendo no mercado de distribuição (ou seja, nas cadeias de salas de exibição), em que a película está sendo substituída pelo digital 4K:

     

    “A AMC Entertainment, segunda maior rede de exibição cinematográfica dos Estados Unidos, com 309 cinemas totalizando 4.628 salas espalhadas por cinco países, estabeleceu um acordo com a Sony Electronics para instalar sistemas de projeção de cinema digital 4K em seu circuito, tornando-se a maior nesse tipo de tecnologia.”

    Recentementa, a Sony “firmou parceria com a RealD para a instalação de uma rede de salas de exibição de filmes 3D em 4K.”

     

    A proliferação do cinema digital se explica pelo fato dessa tecnologia baratear bastante a produção, embora em termos de qualidade visual a película ainda seja um pouco melhor que o 4K. Isso está mudando rapidamente, com a introdução do 3D.

     

    No exterior, uma boa camera para captação em 4K pode ser adquirida na faixa de 20~30 mil dólares.  (Panasonic blows it out with 3D Blu-ray deck, HDTVs, channels and $21k camcorder
    http://www.engadget.com/2010/01/06/panasonic-blows-it-out-with-3d-blu-ray-deck-hdtvs-channels-and/).
    No Brasil, esse preço dobra ou triplica por causa dos impostos.

     

    Nesse sentido, o Laércio propõe que haja uma redução de impostos de importação para esse tipo de equipamento, pelo menos para os documentaristas e produtores registrados.
    Afinal, dentro da lógica de incentivar a produção cultural brasileira, o acesso facilitado aos equipamentos deveria fazer parte da política governamental, assim como ocorre com os setores industriais ou os taxistas.

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.