Jogos!

Jogo é arte?

Marcado: 

Este tópico contém respostas, possui 3 vozes e foi atualizado pela última vez por Foto de perfil de Fernão Lopes Fernão Lopes 8 anos, 10 mes atrás.

Visualizando 5 posts - 1 até 5 (de 5 do total)
  • Autor
    Posts
  • #4558

    Aí vai a grande pergunta… Podemos encontrar arte nos jogos?

    #5475
    Foto de perfil de Takashi Tome
    Takashi Tome
    Participante

    Oi Elinaldo.

    Essa é uma excelente pergunta. Claro, bastante polemica. Muita gente vai dizer que sim, e outros dirão que não. Tem muito game com acabamento gráfico primoroso. Isso é arte? E porque não seria? A pergunta acaba rementendo para uma outra seara (e outros grupos do Cultura) que tentam discutir isso.

    Mas o nosso amigo André Nogueira cita um exemplo primoroso: o game japonês Ookami, a saga de um deus-lobo, que resgata todo o grafismo da arte clássica japonesa.

     Seria como se tivéssemos um game brasileiro com personagens baseadas nas obras de Aleijadinho, ambientado em Ouro Preto; ou, com personagens de Monteiro Lobato (Saci Pererê, etc.); ou, para ser internacional, com personagens e grafismo de mestres como Rembrandt. 

     

    Aliás, isso me faz lembrar: existem jogos que usam, como fundo ou tema sonoro, músicas clássicas (ou mesmo “pop culto” como MPB, jazz, etc?

    Takashi

    #7339

    Oi Elinaldo.

    Essa é uma excelente pergunta. Claro, bastante polemica. Muita gente vai dizer que sim, e outros dirão que não. Tem muito game com acabamento gráfico primoroso. Isso é arte? E porque não seria? A pergunta acaba rementendo para uma outra seara (e outros grupos do Cultura) que tentam discutir isso.

    Mas o nosso amigo André Nogueira cita um exemplo primoroso: o game japonês Ookami, a saga de um deus-lobo, que resgata todo o grafismo da arte clássica japonesa.

     Seria como se tivéssemos um game brasileiro com personagens baseadas nas obras de Aleijadinho, ambientado em Ouro Preto; ou, com personagens de Monteiro Lobato (Saci Pererê, etc.); ou, para ser internacional, com personagens e grafismo de mestres como Rembrandt. 

     

    Aliás, isso me faz lembrar: existem jogos que usam, como fundo ou tema sonoro, músicas clássicas (ou mesmo “pop culto” como MPB, jazz, etc?

    Takashi

    #5476

    Correto Takashi,

    Isso é polêmico, muitas pessoas podem não se entender. No entanto, acredito que os jogos podem agregar vários ramos da arte: Música, cinema, teatro, literatura, pintura/gravura, fotogragia etc. Se percebemos bem, tudo isso pode estar dentro de um jogo. Certa vez, fui a uma exposição de jogos independentes e alguns dos jogos expostos não tinham gráficos ótimos, mas as idéias dos jogos já se tornavam arte pelo fato da jogabilidade e história.

    O que você falou é uma verdade. Nos jogos comerciais vemos muita mitologia grega (God of War, Titan Quest etc), nórdica e asiática. Nada impede que a cultura brasileira possa ter um jogo comercial bem cotado. Porém, outras empresas, como a Level Up, estão fazendo cenários para MMO baseados na cultura brasileira.

    Elinaldo.

    #7340

    Correto Takashi,

    Isso é polêmico, muitas pessoas podem não se entender. No entanto, acredito que os jogos podem agregar vários ramos da arte: Música, cinema, teatro, literatura, pintura/gravura, fotogragia etc. Se percebemos bem, tudo isso pode estar dentro de um jogo. Certa vez, fui a uma exposição de jogos independentes e alguns dos jogos expostos não tinham gráficos ótimos, mas as idéias dos jogos já se tornavam arte pelo fato da jogabilidade e história.

    O que você falou é uma verdade. Nos jogos comerciais vemos muita mitologia grega (God of War, Titan Quest etc), nórdica e asiática. Nada impede que a cultura brasileira possa ter um jogo comercial bem cotado. Porém, outras empresas, como a Level Up, estão fazendo cenários para MMO baseados na cultura brasileira.

    Elinaldo.

Visualizando 5 posts - 1 até 5 (de 5 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.