Desenvolvimento | Publicamos no Blend Swap!

blend_post_certoNosso jogo, o “Ghost Robot (GAME)” já foi publicado, em formato de edição (.blend) na comunidade virtual Blend Swap. Ou seja, foi compartilhado com o mundo todo, através do perfil “labceujogos”.

20151112_165301_contEle foi analisado pelos mediadores. Assim, recebemos avisos sobre vários bugs que precisam ser resolvidos antes do projeto ficar disponível para qualquer pessoa baixar. Hoje, faremos upload de uma nova versão, onde consertamos alguns erros, além de termos incluído efeitos sonoros, animações das plataformas e de uma mola que empurra o personagem, além de um inimigo, completamente novo!

20151113_165859_post20_11Atualizamos o HUD, apresentando corações que indicam as vidas; para isso tivemos que inserir novos blocos de lógica, para contar vidas, pontos, etc. Em uma das fases de Puzzle, incluímos um martelo que interage com o personagem. Além disso, também criamos tipos de livros diversos para serem coletados, e que dão bônus diferentes da pontuação convencional.

TelaMuito mais precisa ser criado. Nas últimas semanas, várias contribuições novas surgiram no Lab, todo mundo criando junto, uma agitação danada! Debatemos sobre que novos desafios e personagens podemos inserir dentro da saga do Robot e algumas caracteristicas mais profundas de sua estória. O arquivo da nova versão está aqui. Para experimentar, pegamos alguns elementos de outras produções, como uma das músicas da trilha do jogo Mário Bros, que toca ao fundo, em várias fases. Já quando o personagem toca o livro vermelho, por exemplo, ouvimos um “plim plim plim”, que foi cantado por um de nós e gravado com um celular. Quando o personagem não se apóia na plataforma e cai, ouvimos um “uéuéuéééééu, de novo!” – também dito e gravado por nós -, e a fase reinicia.20151113_163018_contTodos esses percursos de criação ultrapassarão o período desta ocupação, que está chegando ao fim. Mas nosso intenso e contínuo exercício de superar esses desafios de expressão, coletivamente, foi inesquecível.

Viva o LabCEU Sertãozinho o/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*