ZUMBI MOVIMENTO VIVO

  • image

Hoje é o dia dos mortos. Hoje, medito: “Bendito aquele que vem e vai em nome do Senhor”.
Já é costume, entre nós, colocar Zumbi como sendo um morto-vivo.
É bom lembrar que acabamos de entrar no mês da consciência negra, no mês em que se comemora a memória e morte-vida de Zumbi dos Palmares.
Hoje, 2 de novembro, também é o dia de Zumbi, sim?
O mês de novembro é o mês de Zumbi aqui no Brasil. Os negros, em constante movimento, determinaram que assim fosse.
Falei e está falado, tem que ser assim.
Zumbi já começa a ser comemorado como um líder e corajoso combatente que foi. Lutou até morrer, pela plena liberdade do seu amado povo.
Valeu Zumbi! Você está mais vivo do que nunca. Há quem diga que você já morreu, está morto e não tem mais nada a ver com a vida. Eu digo que você está vivo em mim. Vivo! Para que nunca mais se perca a vontade de viver. Vivo para melhorar a minha vida, e a daqueles seres que sei que amo e amarei para todo o sempre.
Quando alguém me diz: — Você está parecendo um Zumbi. Digo: — Sim! Sou o próprio, nunca tive medo do capitão do mato. Hoje também não tenho medo da polícia. Não tenho medo de morrer, mas da morte, sim!
A morte é uma cilada. Pode vir na calada da noite, ou na boca do dia.
A morte existe, e a vida é eterna na alma e na mente de quem quer compreender o que seja a liberdade, o livre arbítrio.
Eu quero paz e amor, amor é bom e vem, vai e virá.
Uma coisa é certa. Não estou morto. Sinto-me contente com os sambas que sei, que faço, e os que ainda aprenderei para cantar ao meu povo amado. Salve!
Não choro mais o leite derramado. Nem o da Mãe Preta que alimentou tatantas outras bocas não pretas. Não importa a cor, aqui-agora, de ninguém, nem mesmo o gênero, ou classe de quem quer que seja.
Chô – Chuá, cada macaco no seu galho. Sinto falta do Tim, do meu pai, do meu filho, do Melodia. Não sei o que será de mim sem Cassiano, Chico, Caetano, ou Gil.
Viva Vinícius Cantuária, que anda percorrendo o mundo todo, cantando o nosso grande e eterno Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim.

JORGE DERSU LUIS APARECIDO MATHEUS

Tags:

Leave a Reply

*