Kat Torres: uma missão de positividade

O chão da passarela brilhando e ela atravessa o salão na ponta de saltos altíssimos, os longos cabelos loiros coroando seu rosto e os olhos verdes invejáveis. Ela atrai a atenção de todos e faz sua mágica mostrando ao mundo fashion as roupas e caimentos inventados por estilistas. Mas quando não está brilhando nas passarelas do mundo, Kat Torres é uma menina normal.

A modelo de 21 anos quer ser uma inspiração positiva para as pessoas. Nascida em Belém do Pará, Katiusca é a segunda filha de uma família simples do interior do Brasil. Depois de anos investindo na carreira de modelo (ela desfila desde os 7 anos de idade), Kat tornou-se conhecida e respeitada internacionalmente e empresta sua beleza para diversas marcas ao redor do mundo.

Kat teve uma infância sofrida por conta das dificuldades financeiras e familiares. Mas para ela, tudo que aconteceu é o motivo de ela estar onde está hoje – em Nova Iorque vivendo de seu trabalho e estudando cinema – e faz questão de lembrar que as dificuldades podem deixar as pessoas mais fortes. “Eu passei por muitas coisas que deixariam qualquer um de cabelo em pé. Até que um dia entendi que eu mesma tinha que mudar, somente assim seria possível mudar minha vida”, conta a modelo brasileira. E é essa a inspiração que Kat deseja transmitir a todo tempo para as pessoas, de que não importa a dificuldade que estejam passando, o poder de mudança está em suas mãos.

150833_4770622296141_360081366_n

“Hoje em dia eu sou grata aos meus pais e a tudo que passei quando criança, sem isso eu não teria me tornado a pessoa que eu sou, apesar de todas as dificuldades e tristezas, eu aprendi muito e acima de tudo aprendi a me apegar a Deus, o que foi crucial na minha vida, e é até hoje”, desabafa.

Kat segue com essa missão de transmitir positividade. Ela se declara espiritualista e muito religiosa. “Eu sou espiritualista, é uma religião nova, que é basicamente todas as religiões juntas, com um pouquinho de cada uma, eu vejo fortes traços de budismo e da doutrina espírita. A minha religião é toda baseada no poder da energia, e do companheirismo, do respeito ao próximo, acreditamos piamente no carma, que a vida é um movimento circular contínuo, que a caridade é o único modo de vencer a tristeza e o desânimo, que o nosso corpo é o nosso bem mais valioso, e que qualquer coisa que façamos pra deteriorar esse bem vai contra as leis de Deus e do Universo”.

É com essa disposição que Kat hoje contribui com as causas que acredita, mantendo instituições de caridade e ONGs de proteção aos animais. A modelo luta contra tudo que venha ser desrespeitoso com relação a animais e natureza e por isso adotou a alimentação vegana (não consome carne, leite e quaisquer derivados do cultivo animal).

Boa parte de seus cachês com desfiles e campanhas fotográficas é revertido em doações para ONGs e projetos de proteção à natureza.

“Eu acredito que a única maneira de ser grata a tudo que me é dado é por meio de doações, por isso eu doo a maior parte do meu dinheiro, devo doar mais do que gastar pra me sentir bem… Algumas pessoas me chamam de louca… Na verdade todo mundo acha isso loucura… Mas eu creio que o dinheiro que fazemos com o nosso trabalho não é verdadeiramente nosso, nos foi dado pelo Universo e pra ele deve retornar… Eu tenho esse pensamento desde criança, e os resultados disso são impressionantes, a cada dia que passa o Universo é mais e mais generoso comigo. Quanto maior a quantia doada, maior é a quantia recebida, e as pessoas se tornaram tão generosas comigo quanto eu sou com os outros.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Pular para a barra de ferramentas