«

»

maio 23 2019

Imprimir Post

Brazilian Paths / Caminhos Brasileiros

The title “Brazilian Paths” presents to me the convergence of multiple senses and memories. It is the vision of a naive artist who was born in the rural area and throughout her life has been migrating to urban centers ever larger. It is the search for a place for a Brazilian woman, who began to paint late in search of peace with her past. It is a story of encounter and confrontation of children’s images, which had long been avoided; little or no paved roads, where it was difficult to walk and easy to fall, and where to rise and continue was not a question of intellectual luxury but of survival. It’s a look back on the pursuit of a destiny forward, after a hike at 77 years. It is an aesthetic dialogue with typical Brazilian colors, with the colors of my childhood – the red earth, the multiple shades of green, the explosions of colors in a country without spring or fall in European terms, in short, with the scenes of Brazil where I lived. It is a look at Brazil from a person who grew up in the field and not from the foreign look, who often only comes the images of a stereotyped Brazil.

***

O título “Caminhos brasileiros” apresenta para mim a convergência de múltiplos sentidos e memórias. É a visão de uma artista naive que nasceu na área rural e ao longo de sua vida foi migrando para centros urbanos cada vez maiores. É a busca de um lugar para uma mulher brasileira, que começou a pintar tardiamente em busca da paz com seu passado. É uma história de encontro e enfrentameto de imagens infantis, que há muito vinham sendo evitadas; estradas pouco ou nada pavimentadas, por onde foi difícil caminhar e fácil cair, e onde levantar e continuar não era uma questão de luxo intelectual, mas de sobrevivência. É um olhar para trás na busca de um destino para frente, depois de uma caminhada a esmo de 77 anos. É um diálogo estético com cores tipicamente brasileiras, com cores da minha infância – a terra vermelha, os múltiplos tons de verde, as explosões de cores num país sem primavera ou outono em termos europeus, enfim, com os cenários do Brasil onde vivi. É um olhar para o Brasil de uma pessoa que cresceu no campo e não do olhar estrangeiro, a quem muitas vezes só chega as imagens de um Brasil esteriotipado.

 

1) “Brazilian Paths – n. 01” (“Caminhos Brasileiros – n. 01”), by Marielza Aranha

Oil on canvas/ Óleo sobre tela

2016

DSC00318a

2) “Brazilian Paths – n. 02” (“Caminhos Brasileiros – n. 02”), by Marielza Aranha

Oil on fabric / Óleo sobre lona

2006

IMGP3379

3) “Brazilian Paths – n. 03” (“Caminhos Brasileiros – n. 03”), by Marielza Aranha

Oil on fabric / Óleo sobre lona

2006

Estudo em lona 02

 

#artnaif#marielzaaranha #brazil #visualart#visualartist #artnaïf

Link permanente para este artigo: http://culturadigital.br/marielzaaranha/?p=42

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*

Pular para a barra de ferramentas