AVISO | Nota sobre a transferência da Secretaria Especial da Cultura

A Cultura no Brasil, nos últimos anos, passou por uma pauta extensa, permeada por muitas controvérsias. Em comum acordo, o governo federal decidiu transferir a Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania para o Ministério do Turismo.

Nesse período, realizamos grandes ações, como a publicação de nova normativa da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com objetivo de atender mais projetos, de modo descentralizado, levando mais produções para mais localidades do país. Até outubro, a captação atingiu valor de R$ 559,6 milhões, montante superior em R$ 47,5 milhões em relação ao mesmo período do ano passado.

Na área de patrimônio e museus, houve aporte de R$ 200 milhões de recursos do Fundo de Direitos Difusos para 29 projetos de restauro e segurança, entre outros.

Foram entregues, ainda, 19 obras de restauro em patrimônio histórico totalizando investimentos de R$ 69 milhões.

A troca reforça o papel da Cultura como um dos eixos fundamentais do desenvolvimento econômico do país, dada a grande demanda que a pasta exige para cumprir seus objetivos.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério da Cidadania

Share

PREMIAÇÃO | Ministério da Cidadania divulga 250 vencedores do Prêmio Culturas Populares 2019

Mestres, mestras e instituições jurídicas sem fins lucrativos irão receber R$ 5 milhões em prêmios

74402602_2247035578735027_6758264733997989888_n

O resultado final do Prêmio Culturas Populares 2019 – edição Teixeirinha – foi divulgado nesta quinta-feira (31) pelo Ministério da Cidadania. Foram premiados 150 mestres e mestras de todas as cinco regiões brasileiras, além de 100 grupos e associações, pessoas jurídicas, sendo duas delas da cota de acessibilidade. Cada premiado receberá o valor de R$ 20 mil, sendo, no total, R$ 5 milhões em prêmios para iniciativas que contribuem para fortalecer e dar visibilidade a atividades da cultura popular e tradicional de todo o Brasil.

O nome de todos os premiados pode ser acessado aqui.

O secretário da Diversidade Cultural, Gustavo Amaral, destacou a valorização das mais diversas culturas das cinco regiões do País por meio do prêmio. “Esta atividade busca reconhecer a atuação exemplar de mestres e mestras e entidades culturais de todas as regiões do País. A ação é tão significativa que tem o poder de fortalecer estas expressões, ao mesmo tempo em que reconhece e valoriza as atividades culturais realizadas por todos os fazedores de cultura da nossa nação.”

Segundo o secretário, o recurso financeiro será entregue aos premiados ainda este ano. “Neste momento, estamos reunindo a documentação dos premiados para cumprir o compromisso do governo em promover o pagamento dos prêmios ainda no ano de 2019”, afirmou.

Dos 150 prêmios para iniciativas de mestres e mestras (pessoa física), 30 foram concedidos para cada região. Das premiações de pessoa jurídica, 16 foram para o Centro-Oeste, 25 para o Nordeste, 24 para o Sudeste e 24 para a Sul, além de 9 para a região Norte.

Foram avaliadas 909 iniciativas de mestres e mestras, com 672 classificados e 237 desclassificados. No caso de pessoas jurídicas sem fins lucrativos com finalidade ou natureza cultural, foram apreciados 185 projetos, dos quais 178 foram classificados e 7, desclassificados.

Os premiados têm 15 dias para atualizar os dados bancários informados ao Ministério no momento de inscrição, caso tenham mudado. Cabe lembrar que todos os premiados assumem o compromisso de enviar o relatório das atividades realizadas com os recursos da premiação 12 meses após o recebimento. Em caso de dúvidas, basta enviar um e-mail para coicp@cidadania.gov.br.

Prêmio Culturas Populares

Lançado em 2007, o Prêmio Culturas Populares teve seis edições anteriores. No total, incluindo a edição de 2019, foram mais de 12 mil inscrições e 2.295 mestres, grupos e entidades sem fins lucrativos premiados, com um total de R$ 33,75 milhões. A cada edição, o prêmio é dedicado a um ícone da cultura popular nacional. Neste ano, homenageia o cantor gaúcho Vítor Mateus Teixeira, o Teixeirinha.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412

Share

Grupo Sonoru’s realiza concerto dedicado às crianças na CAIXA Cultural Recife

Conjunto de flautas doces da Orquestra Criança Cidadã promete encantar público infantil com a execução de temas populares

Formado majoritariamente por alunos de flauta doce da Orquestra Criança Cidadã, o Grupo Sonoru’s volta a se apresentar no teatro da Caixa Cultural Recife, no próximo dia 25 (sexta-feira), às 19h30. Criado há quatro anos, o conjunto musical tem a coordenação da professora Lídia Oliveira e reúne, ao todo, 12 instrumentistas: oito dulciflautistas, três percussionistas e um violoncelista.

72220453_3129363763803404_2083972708168630272_o

Em referência ao Mês das Crianças, o Sonoru’s preparou um concerto dedicado ao público infantil. “Estamos ensaiando um repertório com músicas já tocadas e algumas novas também, mas basicamente pensando nas crianças”, ressalta Oliveira.

Algumas canções populares integram o repertório: Ciranda da rosa vermelha, Sabiá, Xote das meninas, Sambalelê e Só quero um xodó. Além dessas músicas, o Grupo Sonoru’s vai interpretar temas dos filmes Harry Potter e A pantera cor de rosa, assim como as peças Fonerier, de Björn Havgall, e a Marcha persa, de Johann Strauss II.

A apresentação também reserva um solo do Concertino, de Ernst Mahle, a ser executado pela aluna Júlia Paulino. “A expectativa é grande. A gente tem feito os últimos ajustes e o concerto promete ser muito bom”, comenta a jovem instrumentista. A entrada para o espetáculo é gratuita.

A Orquestra Criança Cidadã é um projeto social incentivado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, e conta com patrocínio máster da CAIXA Econômica Federal.

Incentivo à cultura:

A CAIXA investiu mais de R$ 400 milhões em cultura nos últimos seis anos. Em 2019, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 150 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A CAIXA Cultural Recife oferece, desde 2012, uma programação diversificada, com opções gratuitas ou a preços populares, estimulando a inclusão e a cidadania. O espaço, situado em um prédio histórico na Praça do Marco Zero, conta com duas galerias, teatro, sala multimídia, e salas de oficinas.  

***

Serviço:

[MÚSICA] Grupos Sonoru’s da Orquestra Criança Cidadã na CAIXA Cultural Recife
Local:
Galeria da CAIXA Cultural Recife – Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife.
Data: 25 de outubro de 2019 (sexta-feira)
Horário: 19h30
Informações: (81) 3425-1915
Entrada Gratuita
Bilheteria: Ingressos devem ser retirados uma hora antes do concerto.
Duração: 60 minutos
Classificação: Livre
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal 

Share

PREMIAÇÃO | Prêmio Culturas Populares: confira o resultado preliminar de classificação

No total, foram avaliadas 909 iniciativas de mestres e 185 de pessoas jurídicas sem fins lucrativos. Candidatos desclassificados têm cinco dias para pedir reconsideração

O Ministério da Cidadania divulgou nesta quinta-feira (17) o resultado preliminar da fase de classificação do Prêmio Culturas Populares – Edição Teixeirinha. Este ano, serão destinados R$ 5 milhões a 250 iniciativas que contribuam para fortalecer e dar visibilidade a atividades da cultura popular e tradicional de todo o Brasil. Cada um dos premiados vai receber R$ 20 mil.

No total, foram avaliadas 909 iniciativas de mestres e mestras, com 672 classificados e 237 desclassificados. No caso de pessoas jurídicas sem fins lucrativos com finalidade ou natureza cultural, foram apreciados 185 projetos, dos quais 178 foram classificados e 07, desclassificados.

Os candidatos desclassificados podem enviar pedido de reconsideração da fase de classificação, no prazo de cinco dias corridos a partir desta quinta-feira (17), de acordo com os seguintes passos:

  1. Acesse a endereço http://cidadania.gov.br e escolha a opção “Fale Conosco”
  2. Acesse a Central de Relacionamento e clique no campo Formulário Eletrônico e registe aqui sua manifestação.
  3. Acesse o campo: Solicitação e selecione o assunto: Recurso-Edital PCP 2019 – Teixeirinha.
  4. E no campo “Informe o assunto” escreva: Recurso-Edital PCP 2019 – Teixeirinha.
  5. Informe o seu perfil: Não beneficiário em seguida preencha o formulário.
  6. Anexe o formulário próprio do pedido de reconsideração que deverá estar devidamente assinado de próprio punho.
  7. Clique em ENVIAR.
  8. Anote o seu número de protocolo e aguarde o e-mail de confirmação.

Sobre o Prêmio Culturas Populares

Na edição de 2019, os prêmios estão divididos em 150 iniciativas de mestres e mestras (pessoas físicas); 90 iniciativas de pessoas jurídicas sem fins lucrativos com finalidade ou natureza cultural expressa em seu estatuto, já reconhecidas como Pontos de Cultura ou cadastradas na Plataforma Rede Cultura Viva; e 10 iniciativas de pessoas jurídicas sem fins lucrativos com finalidade ou natureza cultural expressa em seu estatuto, já reconhecidas como Pontos de Cultura ou cadastradas na Plataforma Rede Cultura Viva e que comprovem ações em acessibilidade cultural.

A cada ano, o Prêmio Culturas Populares homenageia um expoente da cultura popular brasileira. Este ano, o homenageado é o cantor, compositor e ator gaúcho Vitor Mateus Teixeira, o Teixeirinha, falecido em 1985, aos 58 anos. Natural de Rolante (RS), Teixeirinha nasceu em 1927, ficou órgão aos nove anos e foi morar com parentes que não tinham condições de sustentá-lo. Para sobreviver, fez um pouco de tudo antes de se revelar grande artista. Ainda menino, carregou malas em portas de pensões, entregou marmitas e vendeu jornais e doces como ambulante.

A carreira de cantor teve início nas rádios das cidades do interior do Rio Grande do Sul, como Lajeado, Estrela e Rio Pardo. Apesar de nunca ter cursado aulas de música ou canto, contava com seus dons naturais – a bela voz e a improvisação – que fizeram com que se tornasse um exímio repentista. Carismático, escrevia canções simples que tocavam o público. Seu acervo, que reúne mais de 1.200 canções lançadas em cerca de 70 discos, atualmente é preservado pela Fundação Vitor Mateus Teixeira.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412

Share

Ministério da Cidadania lança Programa Município + Cidadão

Cidades que implementarem ações nas áreas da Cultura, Desenvolvimento Social e Esporte poderão ser premiadas

EHFgMn_WsAAnnji

O Ministério da Cidadania lançou o Programa Município + Cidadão. A iniciativa tem o objetivo de transformar comunidades por meio da implantação de políticas públicas integradas nas áreas da Cultura, Desenvolvimento Social e Esporte. Com parceria de prefeituras e governos estaduais, a iniciativa vai estimular a prática de atividades como festivais de música, dança e audiovisual, além de jogos escolares municipais e ações para geração de emprego e renda.

“A promoção das ações de Desenvolvimento Social de forma integrada certamente vai proporcionar melhores resultados a todas as políticas públicas que saem do Ministério da Cidadania, tornando-as mais racionais, eficientes e efetivas.”
Lelo Coimbra, secretário especial do Desenvolvimento Social

Ao participar do programa, as prefeituras irão receber apoio técnico específico do Ministério da Cidadania para a formatação de ações. As equipes do governo federal ficarão à disposição do município para tirar dúvidas e explicar como aderir e cumprir as metas do Município + Cidadão. As cidades que se destacarem na implementação das ações serão premiadas.

De acordo com o ministro Osmar Terra, o programa vai contribuir para que as famílias tenham mais autonomia no futuro e também vai auxiliar na descentralização de recursos das leis de incentivo. “O Município + Cidadão vai disseminar pelo Brasil ações que realmente transformam a vida das pessoas, além de otimizar os recursos das Leis de Incentivo à Cultura e ao Esporte”, reforçou.

Programa Município + Cidadão

O Programa Município + Cidadão incentiva ações nas áreas de Desenvolvimento Social, Cultura e Esporte para fortalecer a cidadania da população. O objetivo é aumentar o alcance das políticas públicas. Ele apoia os municípios que implementam serviços de maneira articulada para beneficiar a comunidade, como jogos, festivais, shows, cursos profissionalizantes, atividades para idosos, promoção do desenvolvimento infantil, fomento da agricultura familiar e prevenção ao uso de drogas.

Prêmio Município + Cidadão – Edição 2019-2020
As cidades que se destacarem na implementação de ações integradas terão o trabalho reconhecido pelo governo federal. Os municípios brasileiros serão divididos em cinco categorias, de acordo com o número de habitantes (de até 20 mil, de 20.001 a 50 mil, de 50.001 a 100 mil, de 100.001 a 500 mil e com mais de 500 mil). Ao todo, 15 prefeituras serão premiadas, três de cada grupo.

Pré-requisitos
Para participar, a prefeitura precisa aderir ao Plano Progredir e ao Criança Feliz – caso o município seja elegível. O município também deve fazer compras institucionais da agricultura familiar e firmar um compromisso para a realização de um diagnóstico da situação de dependentes químicos em tratamento.

“Com este trabalho conjunto, cumprimos a diretriz do presidente para a municipalização de políticas públicas e democratização dos recursos. Esta é mais uma ação vitoriosa do Ministério da Cidadania.”
Décio Brasil, secretário especial do Esporte

Metas
As prefeituras premiadas serão as que mais pontuarem no cumprimento das oito metas do Programa Município + Cidadão. As cidades que estimulam o voluntariado com ações inscritas na Plataforma do Pátria Voluntária nas atividades relacionadas ao prêmio ganham ponto extra na apuração final. Serão lançados ainda editais específicos com outras atividades para as diferentes áreas do Ministério da Cidadania (cultura, esporte e desenvolvimento social), que também somarão pontos.

As metas são:
1 – Realizar as etapas municipais dos Jogos Escolares realizados pelo COB

2 – Realizar eventos de esporte e lazer com o objetivo de:
• Integrar a comunidade
• Conscientizar sobre os benefícios da atividade física
• Valorizar a cultura popular

3 – Realizar festivais, shows, eventos, exposições, festejos populares, datas comemorativas, projetos de inclusão, oficinas e outras atividades que promovam à cultura no município, como por exemplo:
• Teatro, circo, dança
• Artes plásticas
• Música: bandas escolares e orquestras populares e/ou eruditas
• Feiras literárias e ações de incentivo à leitura
• Produção de vídeos e jogos eletrônicos
• Catalogação e preservação do patrimônio histórico local
• Exposições em museus e criação de novos espaços para essa finalidade

4 РTer biblioteca p̼blica em funcionamento;

5 – Realizar ações integradas nas áreas da cultura, do esporte e do desenvolvimento social, em áreas disponíveis no município que comportem essas práticas dentro de padrões de qualidade e segurança, com foco na juventude e nas pessoas idosas.

6 – Ampliar a quantidade de escolas municipais com atividades no contraturno;

7 – Atingir percentual mínimo de atendimento de crianças e gestantes no Programa Criança Feliz;

8 – Adquirir percentual mínimo de alimentos provenientes da agricultura familiar;

9 – Realizar campanha de prevenção ao uso de drogas, com foco nas crianças, adolescentes e jovens e levantar o número de dependentes químicos em tratamento existentes no município;

10 – Atingir percentual mínimo de jovens do Cadastro único para frequentar cursos profissionalizantes;

Etapas

Para participarem do Prêmio do Programa Município + Cidadão, as prefeituras precisam estar atentas às quatro etapas do cronograma:

“Vamos aproximar as pessoas dos programas. É uma chance para divulgar ainda mais as mudanças na Lei Federal de Incentivo à Cultura e apresentar editais como o #amorpeloBrasil, que estimula jovens a produzirem conteúdo cidadão.”
Ricardo Braga, secretário especial da Cultura

1ª. De 18/10/2019 a 19/01/2020 – Adesão ao Programa por meio de formulário eletrônico.
De preferência, a adesão ao Programa deverá ser realizada pelo prefeito (com a
possibilidade de designar outra pessoa que será responsável por prestar as informações nas próximas etapas). O formulário eletrônico está disponível em www.cidadania.gov.br/municipiomaiscidadao

2ª. De 20/01/2020 a 08/03/2020 – Informar as atividades realizadas durante o ano de 2019 de políticas do Ministério da Cidadania.
As informações deverão ser preenchidas no portal www.cidadania.gov.br/municipiomaiscidadao.

3ª. De 14/03/2020 a 30/04/2020 – Contagem das pontuações e avaliação das informações.
As prefeituras que atingirem as maiores pontuações dentro de cada categoria de municípios serão informadas no dia 13/03/2020. Em seguida, as selecionadas deverão postar a documentação que comprova as ações e o cumprimento das metas. A análise das informações será realizada de 04/05/2020 a 29/05/2020.

4ª. 01/06/2020 – Divulgação e Premiação.
As cidades que ficarem em 1º, 2º e 3º lugares em cada um dos grupos de municípios irão receber certificação de Município + Cidadão em evento a ser realizado em Brasília.

Informações
Todas as informações detalhadas sobre o Programa e do Prêmio Município + Cidadão podem ser encontradas no portal www.cidadania.gov.br/municipiomaiscidadao.
No portal também é possível acessar a Portaria de criação e regulamentação do Programa e a Portaria do Edital de Premiação do Programa Município + Cidadão – Edição 2019-2020.Outras dúvidas poderão ser esclarecidas pelo e-mail .

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412

Share

CAIXA CULTURAL FORTALEZA RECEBE A QUARTA EDIÇÃO DA FEIRA DO CORDEL BRASILEIRO

Evento reúne expoentes da autêntica Cultura Popular Brasileira e grandes personalidades da Literatura do Cordel

De 17 a 20 de outubro de 2019 a CAIXA Cultural Fortaleza recebe a IV Feira do Cordel Brasileiro, uma realização da AESTROFE – Associação de Escritores, Trovadores e Folheteiros do Estado do Ceará. A feira traz lançamentos literários, exposição de obras raras, vendas de folhetos de cordel, livros, camisetas e CDs referenciais, além de shows, recitais, palestras, oficinas de xilogravura e de cordel.

Bule Bule. Foto: Divulgação

Bule Bule. Foto: Divulgação

Nesta edição, a IV Feira do Cordel Brasileiro é apadrinhada pelos mestres da cultura Chico Pedrosa e Bule-Bule, e presta homenagens a grandes nomes da cultura nordestina: Jackson do Pandeiro (centenário), João Melchíades Ferreira (sesquicentenário), Alberto Porfírio (in memória) e o comunicador Carneiro Portela.

O multiartista pernambucano Antônio Nóbrega, um dos expoentes do gênero literário e referências da cultura popular, ministra uma palestra ilustrada intitulada ‘Da quadrinha ao galope a beira mar’, no dia 18/10, às 14h. Entre as atrações do evento, estão ainda a xilogravadora Lucélia Borges, o ator e cordelista Edmilson Santini, a dupla de emboladores Marreco e Pinto Branco, o Trio Arupemba e CIA, os Tecelões Teatro com Bonecos, os cantadores Guilherme Nobre e Geraldo Amâncio Pereira, o humorista-cordelista Tranquilino Ripuxado e a repentista Fabiane Ribeiro. Para apresentar pesquisas temáticas, participam Gilmar de Carvalho, Alberto Perdigão, Vládia Lima, Ana Claudia Veras, Stélio Torquato, entre outros.

Antonio Nóbrega. Foto: Divulgação

Antonio Nóbrega. Foto: Divulgação

Também marca presença o renomado ilustrador pernambucano Jô Oliveira, que assina o cartaz da feira. Mestre dos Quadrinhos pelo HQ-MIX (2004), Jô publicou diversas histórias em quadrinhos, tendo várias ilustrações e selos premiados, no Brasil e no exterior. A programação completa está disponível em https://www.facebook.com/feiradocordel.

Serviço:

[Vivências] IV FEIRA DO CORDEL BRASILEIRO
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: De 17 a 20 de outubro de 2019

Horário: Quinta a sábado: 14 às 21h | Domingo: 14 às 19h
Entrada Franca

Classificação indicativa: livre para todos os públicos
Acesso para pessoas com deficiência
Paraciclo disponível no pátio interno

Informações gerais| Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza: (85) 3453-2770

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

 

Share

PRAZO PARA RECURSOS | Conheça o resultado da segunda fase do edital de pareceristas

Aumento do banco de pareceristas do Ministério da Cidadania, previsto pelo edital, garante agilidade na avaliação e emissão de pareceres sobre projetos culturais

O resultado da segunda etapa do edital para renovação do Banco de Pareceristas do Ministério da Cidadania foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (9). A ampliação do número de pareceristas permitirá a manutenção do ritmo e da qualidade da análise e emissão de pareceres técnicos de projetos culturais que buscam apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, por exemplo.

Os candidatos habilitados nesta segunda fase devem aguardar a divulgação do resultado final. Já os que foram considerados inabilitados têm até a próxima quarta-feira (16) para apresentar recurso em favor de sua candidatura.

Os recursos devem ser feitos na página do Edital na plataforma Mapas da Cultura. É importante ficar atento para o passo a passo do envio do recurso.

Primeiramente, o candidato deve fazer o login na página com seu CPF e senha já cadastrados. Na página “Minhas Inscrições” deverá clicar em “Solicitar Recurso”.

Será aberta a janela “Mensagem”, onde o candidato deverá digitar o texto do recurso e clicar em “Enviar”, que fará com que a mensagem seja salva no sistema.

Dúvidas sobre os recursos e demais dúvidas sobre o edital podem ser encaminhadas para o e-mail credenciamentopareceristas@cidadania.gov.br

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura
Ministério da Cidadania

Share

Festival Nuvem leva shows gratuitos a Serra Negra, em Bezerros (PE)

Nos dias 27 e 28/09, iniciativa inédita promove série de apresentações
de artistas pernambucanos de variados estilos musicais

O município de Bezerros recebe neste setembro de 2019 um grande evento voltado à difusão musical no Agreste pernambucano. O Nuvem – Festival de Música de Serra Negra realiza sua primeira edição nos dias 27 e 28 de setembro, trazendo ao Polo Cultural de Serra Negra, a 9km do centro de Bezerros, shows gratuitos de artistas de várias partes do Estado, reunindo sonoridades que vão do tradicional ao contemporâneo.

69451978_121112182588261_1547965264983752704_o

A programação tem início na sexta-feira (27/09), às 19h30, com o trio feminino recifense de Hip Hop Arrete; o duo de música regional eletrônica Radiola Serra Alta, de Triunfo, acompanhado nos vocais por Jéssica Caitano; a cantora Isaar, do Recife; e a discotecagem dançante da DJ LêMer, espanhola residente em Pernambuco há 10 anos, abrindo e fechando as atrações do dia.

No sábado (28/09), os shows começam às 19h com o recifense Amaro Freitas, pianista que mistura jazz e afrobrasilidades; o cantor experimental Lucas Torres, de Goiana, que recebe o bezerrense Ciel Santos; o forró quase centenário da Banda de Pífanos Zé do Estado, de Caruaru; e o trio regional Em Canto e Poesia, com participação especial do cantor Tonfil, ambos naturais de São José do Egito. A abertura e fechamento fica por conta dos DJs Clássico dos Clássicos, de Carpina.

Ao todo, seṛo nove atra̵̤es abra̤ando a pluralidade de ritmos de Pernambuco, resultando em mais de 10 horas de m̼sica ao vivo. A proposta vem para movimentar Bezerros e o distrito de Serra Negra com novas iniciativas culturais. Segundo Marlom Meirelles, idealizador do festival, a experi̻ncia de realizar duas edi̵̤es do Curta Na Serra РMostra de Cinema ao Ar Livre em 2017 e 2019 foi o convite para o surgimento do Nuvem.

“Encontramos pessoas de todo o estado maravilhadas com a energia de Serra Negra, dizendo que aqui se sentiam mais perto das nuvens. Foi aí que surgiu a vontade de ir além. Acreditamos que esse lugar mágico precisa de respiros culturais constantes e que a arte é o nosso combustível”, explica.

OFICINA – Além dos shows, o Nuvem promove ainda a oficina “Música Livre”, voltada para artistas do Agreste. Ministrada pelo musicista Amaro Freitas, a atividade tem como objetivo promover fortalecimento da música autoral do interior. A atividade ocorre na quinta-feira (26/09), no auditório do Centro de Artesanato de Pernambuco – Bezerros, das 9h às 17h, com direito a certificado aos participantes. Para participar, basta se inscrever gratuitamente no http://bit.ly/oficinamusicalivre.

O Nuvem – Festival de Música de Serra Negra é uma realização da Eixo Audiovisual, em co-produção com Espiral Filmes e Anilina Produções e Soluções Criativas. O festival tem apoio da Prefeitura de Bezerros e do Centro de Artesanato de Pernambuco, com incentivo do Funcultura, através da Fundarpe, Secretaria Estadual de Cultura e Governo de Pernambuco. A identidade visual do Nuvem é assinada pelo artista alagoano Herbert Loureiro. Acompanhe o festival no Facebook e no Instagram para conferir novidades: @festivalnuvem.

SERVIÇO:

I NUVEM – Festival de Música de Serra Negra
Quando: quinta, sexta e sábado, 26, 27 e 28 de setembro de 2019
Entrada gratuita

PROGRAMAÇÃO:

Quinta-feira, 26/08 РForma̤̣o
Oficina “Música Livre” com Amaro Freitas
Local: Auditório do Centro de Artesanato de Pernambuco – Bezerros
(Av. Maj. Aprígio da Fonseca, nº 1100, São Sebastião – Bezerros/PE)
Horário: 09h às 17h
Gratuito mediante inscrições antecipadas no link http://bit.ly/oficinamusicalivre 

Sexta-feira, 27/08 – Shows
Local: Polo Cultural de Serra Negra
DJ LêMer (19h30 – 20h)
Arrete (20h – 21h)
Radiola Serra Alta (21h20 – 22h20)
Isaar (22h40 – 23h40)
DJ LêMer (23h40 – 00h40)

Sábado, 28/09 – Shows
Local: Polo Cultural de Serra Negra
DJs Clássico dos Clássicos (19h – 19h30)
Amaro Freitas (19h30 – 20h30)
Lucas Torres + Ciel Santos (20h50 – 21h50)
Banda de Pífanos Zé do Estado (22h10 – 23h10)
Em Canto e Poesia + Tonfil (23h30 – 00h30)
DJs Clássico dos Clássicos (00h30 – 01h)

Share

ALAGOAS | Edital vai contemplar 80 grupos alagoanos de Bumba Meu Boi e Coco de Roda

No total, serão destinados R$160 mil para os grupos.

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) publicou um edital onde serão contemplados 80 grupos de Bumba-meu-Boi e Coco de Roda onde serão destinados R$ 160 mil.

No total, serão contemplados 30 grupos de Bumba-Meu-Boi e 50 de Coco de Roda no edital Bumba Meu Coco.

Grupos de Bumba Meu Boi do bairro do Vergel — Foto: Jonathan Lins/G1

Grupos de Bumba Meu Boi do bairro do Vergel — Foto: Jonathan Lins/G1

“Mais uma vez, a Secult lança um edital inédito. Desta vez beneficiando os grupos de Coco de Roda e Bumba-Meu-Boi. Temos realizado grandes festivais envolvendo estes dois segmentos culturais alagoanos, que são sempre sucesso. Agora, estamos premiando 80 projetos destas manifestações folclóricas tradicionais alagoanas”, disse a secretária de Cultura, Mellina Freitas.

As 80 propostas têm como base o mapa de Regiões de Planejamento de Alagoas: Agreste, Alto Sertão, Baixo São Francisco, Médio Sertão, Norte, Planalto da Borborema, Serrana dos Quilombos e Tabuleiros do Sul.

Desse modo, 26 grupos de Coco de Roda serão da região Metropolitana e 24 das demais regiões. Para os grupos de Bumba-meu-Boi, serão 14 grupos da região Metropolitana e 16 das demais regiões. A premiação é de R$ 2.000,00 para cada grupo.

As documentações e formulários para inscrição estão disponíveis no link http://www.cultura.al.gov.br/editais-e-concursos/2019/edital-bumba-meu-coco-2019/

Share

PREMIAÇÃO | Mercosul vai premiar boas práticas em acessibilidade no audiovisual

Inscrições podem ser feitas até o dia 7 de outubro. Vencedor receberá prêmio de US$ 1 mil

Recam

A Reunião Especializada de Autoridades Cinematográficas e Audiovisuais do Mercosul (Recam), organismo responsável pela integração das indústrias audiovisuais dos países do bloco, vai premiar boas práticas da sociedade civil relacionadas à acessibilidade no setor. O projeto vencedor, que será escolhido por uma comissão de especialistas, vai receber US$ 1 mil.

O II Concurso Boas práticas da Sociedade Civil do Mercosul em Acessibilidade Audiovisual integra o Plano de Acessibilidade Audiovisual da Recam e busca conhecer, premiar e difundir experiências bem-sucedidas no contexto local que possam se transformar em referências de ideias e experiências aplicáveis em âmbito regional. São consideradas boas práticas ações que, por seus resultados transformadores, mereçam ser reconhecidas, valorizadas e replicadas.

Entre os objetivos do concurso estão promover a participação do terceiro setor na formulação de políticas públicas de acessibilidade; gerar um mapeamento e levantamento de ações realizadas na região; facilitar a difusão de práticas entre os atores do Mercosul; valorizar as ações realizadas com resultados positivos na sociedade; e sensibilizar a sociedade no entendimento da deficiência como uma questão de direitos humanos.

Como se inscrever

As inscrições para o concurso podem ser feitas até 7 de outubro, por meio de formulário disponível on-line em Espanhol ou Português. Serão aceitas inscrições de ações com base no Mercosul. O concurso irá avaliar experiências relacionadas à acessibilidade audiovisual sem distinção de categorias, desde que sejam produzidas pela sociedade civil. A entrega do prêmio será no dia 25 de outubro, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, durante a XXXIII Reunião Ordinária da Recam.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412

Share