Recife recebe intervenções e exposições do SPA das Artes

1412383_720088961354357_1689863274_o

A capital pernambucana se transforma em palco para a arte experimental através do 11º SPA das Artes. O evento realizado pela prefeitura do Recife, em parceria com várias instituições culturais, reúne este ano 20 ações artísticas, seis exposições, quatro oficinas, quatro performances, entre outros projetos, em locais de acesso gratuito ao público, como o Museu Murillo La Greca, na Zona Norte, a Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu, e a Sala Nordeste, na sede da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura.

RRNE / MinC – Funarte – Sala Nordeste

Constituindo a grade artística, a exposição “Como Produzir Singularidades?” aborda olhares e sentidos trocados entre o goiano Wolney Fernandes e o pernambucano Roberto Guerra. Um corpo masculino que tem uma rosa amarela como cabeça, os braços esticados segurando figuras humanas, anjos e corpos nus participando do que parece ser alguma dança estranha ao redor da figura central. Ao fundo, numa calmaria perturbadora, um cenário campestre. São algumas das impressões passadas pela mostra, localizada na Rua Bom Jesus, 237 – Bairro do Recife.

Serviço:
Visitação – até 01 de dezembro de 2013
Horário e Data: Segunda à Sexta – 10h às 18h
Sábados e Domingos – 14h às 17h
Local: Rua do Bom Jesus, 237 – Bairro do Recife

Texto: Álvaro Júnior – Ascom RRNE / MinC
Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Share
Este post foi publicado em Textos e marcado com a tag , , em por .

Sobre Ministério da Cidadania - Regional Nordeste

São ainda responsabilidade do Escritório Regional Nordeste: fornecer subsídios para a formulação e avaliação das políticas, programas, projetos e atividades da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social; a Secretaria Especial do Esporte; a Secretaria Especial de Cultura; auxiliar o Ministério da Cidadania na articulação com os órgãos federais, estaduais, municipais e entidades privadas, incluindo empresas, instituições culturais e o terceiro setor; atender e orientar o público quanto aos serviços prestados pelo Ministério; prestar apoio logístico e operacional aos fóruns de política cultural; exercer as atividades de ouvidoria; e exercer outras atividades determinadas pelo Ministro de Estado.